Foto: André Telles

O estado do Rio receberá em maio deste ano linha de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O valor deve chegar próximo a 4,3 bilhões e corresponde montante a ser pago ao Banco BNB Paribás com a outorga de Cedae, prevista para abril.

A linha de crédito é resultado de uma negociação entre o governador Cláudio Castro (PSC) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que ontem sancionou o novo Plano de Recuperação Fiscal dos Estados. O plano foi sancionado sem veto ao artigo que obriga o Rio a transferir à União os valores do empréstimo no ato de recebimento da outorga da estatal.

Em reunião realizada na última quinta-feira, dia 15/01, com o Senador Carlos Portinho (PL), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), disse que a liberação da linha de crédito do BNDES era a melhor solução para o impasse gerado a partir da inclusão de uma emenda, por sugestão de Paulo Guedes, que obriga o Rio a pagar imediatamente os valores do BNB Paribás.

Os recursos do crédito serão utilizados integralmente em investimentos, no segundo semestre deste ano e em 2022. Com isso, os valores irão contribuir para consolidar o governo Cláudio Castro (PSC), que pode resultar na ampliando das suas chances de reeleição.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui