Grande apreensão de armas brancas é realizada em operação no Aterro do Flamengo

Ação do Governo do Rio aconteceu com o objetivo de dar mais tranquilidade aos moradores e turistas, que frequentam o local

Foto: Divulgação

Na manhã desta quinta-feira (29), aconteceu mais uma operação integrada entre os agentes do Aterro Presente, os policiais do 2º BPM – Batalhão de Polícia Militar e a Superintendência da Zona Sul – SEGOV, no Aterro do Flamengo. Os agentes realizaram uma grande apreensão: facas, tesouras afiadas, três lâminas, dois porretes, além de drogas.

Arma branca é qualquer objeto que possa ser utilizado para atacar ou se defender de alguém ou alguma coisa, mas que a princípio não tem esta finalidade. No entanto, existe outra definição que alega ser arma branca todo o objeto construído com o objetivo de atacar algo ou alguém, mas de maneira manual, como espadas, punhais, soco inglês, entre outros.

O superintendente da Zona Sul, Marcelo Maywald, destacou a urgência das ações para a segurança dos moradores e dos turistas que utilizam o espaço. “A parceria entre as forças de segurança é de grande relevância para as ações de prevenção e repressão de crimes na nossa cidade. Não mediremos esforços para que as pessoas tenham tranquilidade no ir e vir”, disse Maywald.

Com base em análises estratégicas das regiões, os agentes realizaram revistas e buscas no Parque do Flamengo, Largo da Glória e na Rua do Catete em frente ao Palácio. A ação foi comandada pelo Major Marcos, Comandante do Aterro Presente em parceria com o Superintendente da Zona Sul, Marcelo Maywald e a equipe do 2º BPM.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui