Greve de motoristas de ônibus é suspensa por liminar

Sindicato prometeu tentar derrubar decisão e trabalhadores podem parar ainda esta semana

Imagem apenas ilustrativa | Foto: Cleomir Tavares/Diário do Rio

Uma decisão do desembargador Álvaro Luiz Carvalho Moreira, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), suspendeu a paralisação dos ônibus do Rio, prevista para ter começado nesta segunda-feira (29/11). O Sindicato dos Rodoviários aceitou a decisão, entretando, diz que manterá o estado de greve e entrará com ação para derrubar a liminar na manhã de terça, 30/11.

A liminar

De acordo com informações obtidas pelo DIÁRIO DO RIO, os rodoviários vão se reunir ainda nesta semana para tentar uma greve no Rio de Janeiro.

Algumas das principais reclamações são: os salários que foram reduzidos, três anos sem aumentos, os trabalhadores sem plano de saúde, além do fim da cesta básica e ticket alimentação.

Em nota, o Sindicato dos Rodoviários informou que: “É de amplo conhecimento de toda a população carioca que, desde o dia 23/11/2021, os rodoviários do Rio de Janeiro estão em estado de greve e iniciariam a paralisação a partir do dia 29/11/2021. Entretanto, na noite deste domingo (28/11), em plena assembleia de mobilização, os trabalhadores foram surpreendidos com notificação de liminar concedida à 18h45min, pelo Desembargador de plantão no Tribunal Regional do Trabalho, Dr. Álvaro Luiz Carvalho Moreira, determinando que o Sindicato se abstenha de promover e/ou realizar paralisação da categoria no dia 29/11/2021, sob pena de multa diária de R$100.000,00 (cem mil reais) em caso de descumprimento. O SINTRUCAD-RIO reitera que todos os requisitos da Lei 7.783/89 foram adotados, desde que a paralisação foi decida na assembleia do dia 23/11/2021, inclusive a notificação com antecedência de 72 horas para as empresas, Município do Rio de Janeiro e usuários, conforme ampla divulgação da mídia e registro em ata de audiência no Ministério Público do Trabalho. O SINTRUCAD-RIO entende que o Dissídio de Greve ajuizado pelo Sindicato Patronal das empresas e a liminar concedida pelo Poder Judiciário representam grave e ilegal intervenção no movimento sindical, que será devidamente contestada pelo Departamento Jurídico. Entretanto, em cumprimento à decisão liminar, o SINTRUCAD-RIO suspendeu a realização da assembleia marcada para 28/11/2021 e da paralisação do dia 29/01/2021, até a realização da audiência no Ministério Público do Trabalho do dia 01/12/2021. Fica mantido o ESTADO DE GREVE da categoria e as notificações já realizadas às empresas, ao Município do Rio de Janeiro e aos usuários, bem como o caráter permanente da assembleia dos trabalhadores, até que o fechamento das negociações para reajuste dos salários e benefícios, que já estão congelados há mais de 02 (dois) anos”.

O DIÁRIO teve acesso a vídeos da reunião que aconteceu na madrugada de domingo para esta segunda-feira, 29/11.

O Sindicato lembra que em 2015 eram 35 mil rodoviários em atividade e, antes da pandemia, esse número passou para 24 mil. Atualmente, depois da pandemia e do encerramento das atividades de cerca de 15 empresas só na cidade do Rio de Janeiro, esse número caiu para 19 mil profissionais.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui