Grupo de samba expulso de evento na Barra da Tijuca por apoio a Lula se manifesta defendendo liberdade de expressão

SIBC adaptou trecho da música ''Tá Escrito'', do Grupo Revelação, apoiando a candidatura de Lula à Presidência e foi alvo de reações violentas na Ilha do Itanhangá

SIBC em show no Circo Voador - Foto: Cristiano Juruna

No último domingo (18/09), quando se apresentava no ”Sambinha da Gigóia”, na Ilha do Itanhangá, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, o grupo carioca Samba Independente dos Bons Costumes, popularmente conhecido como SIBC, foi expulso do evento ao tocar a música ”Tá Escrito”, do Grupo Revelação, fazendo adaptações na letra em apoio ao candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

De acordo com relatos de pessoas presentes no local, divulgados inicialmente pela ”Coluna do Guilherme Amado”, do site ”Metrópoles”, após o trecho ”Erga essa cabeça, mete o pé e vai na fé, manda o Bolsonaro embora; pode acreditar que um novo dia vai raiar e o Lula vai ganhar”, houve vaias e arremesso de itens como garrafas, copos, gelo e bebidas, com a banda sendo retirada do palco.

Nesta terça-feira (20/09), após a repercussão do caso, o SIBC se pronunciou confirmando o ocorrido e informando que, além dos frequentadores, a própria produção da casa os acuou e ameaçou. Agradecendo o maciço apoio recebido de fãs nas redes sociais, o grupo ressaltou que a manifestação no show faz parte da essência da arte e, mais especificamente, do estilo musical que tocam.

”Defendemos que a arte é ferramenta política essencial em nossa democracia, e o samba é político em sua essência. Ou seja, muito mais do que um gênero musical, o samba é instrumento de transformação sociopolítica. É preciso enxergar para além dos acordes”, dizia trecho da nota.

Paralelamente, o SIBC destacou a liberdade de expressão assegurada por lei e garantiu que é contra atos violentos: ”Reforçamos que, segundo o Artigo 5º, inciso IX da Constituição Federal de 1988, ‘é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação , independentemente de censura ou licença’. Também reiteramos o nosso compromisso com o Estado Democrático de Direito e repudiamos veementemente qualquer ato de violência.”

O DIÁRIO DO RIO tentou contato tanto com a produção do Sambinha da Gigóia quanto da Ilha Itanhangá para comentarem o assunto, mas, até o fechamento desta matéria, não obteve nenhuma resposta. A reportagem será atualizada caso as partes envolvidas queiram se manifestar (conferir no fim do texto).

Vale ressaltar que o SIBC volta a se apresentar nesta quinta (22/09), a partir das 21h30, na Fundição Progresso, na Lapa, onde toca semanalmente. Os ingressos, já em 2º lote, estão custando R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia).

Advertisement

123 COMENTÁRIOS

  1. Se eu pago pra ver um show,seja ele qual for, é isso que eu quero ver, opinião política de músicos ,se ele dá c. Ou chupa b…… Não me interessa,sejam profissionais, façam o que foram pagos pra fazer! Fim de papo

  2. Vi uma lulista alegando que bolsonaristas não aceitam opiniões contrárias.. Mas é exatamente o oposto. Eles, totalitários que são, querem empurrar goela abaixo sua vertente política, defendendo até showmicio em local privado. Público pagante NÃO pagou para ouvir apologia a corrupto na presidência.. pagou para ouvir arte, música. Se eles querem dizer o q querem, óbvio tem q estar dispostos a ouvir quem é contrário ao candidato deles e à atitude descabida de fazer propaganda eleitoral no momento e local errado. Deselegante, descabido e agressivo é tentar obrigar aos clientes, ouvirem a preferência /ideologia política da banda, num local onde poderia, em tese, haver maioria votante de candidato opositor.

  3. Querem liberdade de expressão defendendo Lula, aquele bandido que já disse que se assumir vai “regulamentar a mídia”. Hipócritas, sabem nem o que defendem. Toda vaia pra defensor de condenado é pouca!

  4. Perdoem algum erro em meu português, uma abs: nem todos os que frequentam esse lugar residem na barra, ali vai gente de jacarépagua, Rocinha e outros, não sou a favor da violência, mais o que a banda fez foi errado, eles alem de se justificarem deveriam pedir desculpas, cada um pode se expressar no local propicio.
    bolsonaro 22

  5. É claro que direito de expressão deve ser respeitado. Agora fazer política num show é inconcebível, ainda mais a favor do luladrão. Vão se catar! DEVERIAM TER APANHAFO!

  6. Perfeito! Liberdade de expressão é uma coisa, politizar é outra. As pessoas pagam para ver uma apresentação e não um comício. Caso um artista estivesse em um outro lugar e fizesse apoio a Bolsonaro (o que tb seria errado) não haveria questionamentos. Quiseram aparecer e se deram mal. Palco para show não é palanque político.

  7. Está difícil de ir em algum show, todos viraram showmício. Pelo que sei, showmício é grátis! Pagamos por um show e somos obrigados a ouvir propaganda política! Gostam de pedir respeito mas não sabem respeitar! Vai pra rua fazer show de graça! Aí sim, podem apelar pro que quiserem!

  8. Eles esquecem que na plateia tem quem não concorde com a opção política deles, então não abre aí o direito de livre expressão, era um show pago, e quem estava ali era para assistir um show e não um comício, esses artistas tem que aprender que existe lugar pra tudo , aprenderam de um jeito nada bom pra eles, simples assim

  9. Barra da tijuca é um lugar horrivel
    Ali a maioria das pessoas esta preocupada com narcisismo,aparencias, carros…é uma classe media sem classe! consumidora de produtos e baixissima cultura …ali tem otimos! shoppings pessimas faculdades!…otimas!academias,pessimos teatros …é uma terra infertil não porque foi construida sobre a areia e sim porque os moradores estão envenenados pelo preconceito,violencia exibicionismo e covardia

  10. Os comentários aqui, em.sua maioria, demonstram que eleitores de Bioslonaro não conseguem ouvir opinião contrária, não conseguem ver arte como manifestação cultural e só conseguem ver violência como solução de seus problemas. Triste!

  11. Foi bem feito, foi misturar música com política sem saber se quem estava ali estava querendo ouvir fora Bolsonaro.
    Foram lacrar e se fudeeam!! Daqui pra frente vai ser assim!! Tem mais lugar pra ladrão do Lula no Brasil!!! Fora pretralha desgraçada

  12. A banda é burra, empresário da banda burro, artista tem que fazer aquilo que foi contratado para fazer. Da mesma forma que tem quem goste, também tem quem não goste, então a melhor coisa é ficar neutro, ganhar seu cachê e ir embora, opinião política deixa pra conversa de bar, em família ou entre amigos. Liberdade de expressão é uma via de mão dupla, se eles tem esse direito, muito mais ainda quem pagou o ingresso para assitir a um show, não comício para A, B ou C. Espero que tenha aprendido a lição, pois senão vão ficar sem trabalho.

  13. Isto nunca foi arte, e sim ideologia política, só porque tem um microfone em mãos, acham que podem tudo, parabéns a atitude do público, esses músicos deveriam serem processados pelos detentores dos direitos autorais da musica.

  14. Esqueceram de mencionar que a CF88 também traz a moralidade e ética como suas primissas e não só o direito de expressão. O seu direito termina quando começa o do próximo.

  15. SIBC, vcs confundiram alho com bugalhos. A turma pagou pra ver e ouvir show e não showmício. Há momento pra tudo. Pra tudo há limites, até pra essa tal liberdade de expressão, que no que diz respeito, já tá indo longe demais.

  16. Os comentários aqui apenas mostram o quanto paira a superficialidade na cabeça desses eleitores de Bolsonaro, não acredito que exista brasileiro tão tapado assim, sem dúvida são os robôs bancados com dinheiro público.
    Toda arte carrega em sua raíz seu contexto político, a música ainda mais, samba então nem se fala.

  17. Kkkkkkkk
    Então o povo da Barra da Tijuca fuma o que? Maioria do povo da Barra são recém emergentes, acham que chegam aos pés do povo Leblon ou Ipanema. Kkkkkkkkk
    Respeito é uma coisa que TODOS deveriam ter, isso vale pra ambos os lados

  18. Era um show de música ou um comício? A liberdade de expressão é via de mão dupla… falam o que querem e ouvem o que não querem… ninguém ali pagou para saber o posicionamento político do grupo ams para ouvir música… quem abusou da confiança do público foram eles… mereceram! Bem feito. Bolsonaro 2022!!!

  19. Há alguns dias um outro cantor de samba se manifestou num show falando também fora Bolsonaro. Porém, durante a pandemia reclamava que precisava pagar seus musicos e estava impedido de trabalhar, inclusive promovendo eventos em sua casa, quando o único que defendia que nem todo segmento da economia deveria ficar em casa era o Presidente que hoje eles querem fora substituindo por um ladrão condenado. Ou seja, a alternância de poder é fundamental na democracia, contudo, colocar um criminoso condenado no mais alto cargo da nação é de profundo mal caratismo.

  20. Os artistas se equivocam ao acreditar que o mesmo público que gosta da música deles, apoiam eles politicamente. Ele se aproveitam dos fãs para levantar bandeiras particulares. Eu acho isso um extremo diz respeito ao coletivo. Independentemente de qual posição política seja. Afinal a pessoa veio prestigiar o show e não o comício político.

  21. O público não pagou para ouvir propaganda política isso já tem muito e é gratuito.
    O público também exerce a sua liberdade de expressão, é só pagar aquilo que quer levar.
    A gente paga caríssimo por um show e o “artista” se preocupa mais com dinheiro daquele que não está ali do que daqueles que estão.

  22. Ué? De acordo com o próprio título da matéria, o grupo de samba diz defender a liberdade de expressão. Concordo! E o público, que PAGOU INGRESSOS para assistir, a exerceu para repudiar a adaptação que fizeram na canção. A produção, ao vir a confusão instalada, prudentemente retirou os causadores da discórdia!

    Sendo generoso em não suspeitar de premeditação, é muita ingenuidade achar que, em um universo de um grupo considerável de pessoas, todos concordem com todos, especialmente no periodo eleitoral! Querem receber apenas elogios? Não saiam de casa, desliguem a internet e se olhem no espelho!

    Pra tristeza de muitos, especialmente do jornalista que assina esta reportagem e faz um anúncio gratuito da próxima apresentação do grupo no último parágrafo, cada vez mais pessoas estão questionando o que vêem e ouvem, discordando veementemente desse “senso comum”, e não aceitando mais serem tratadas como um bando de idiotas, seja pelo que recebem da imprensa, seja em atividades do cotidiano como assistir a este evento, por exemplo!

  23. Quando Elba Ramalho usou seu palanque artístico para se expressar a favor do Bolsonaro foi vaiada, mas não agredida, o que comprova que os assistentes ao show de pagode são totalmente mal educados e de caráter suspeito. Elba ainda continuou com o seu show e foi aplaudida por outras músicas que cantou depois, o que indica a separação da opinião pessoal da cantora com seu trabalho artístico.
    O público da barra não é dos melhores, convenhamos, mas existe um outro público menos radical ali mesmo, mas não são nem arribistas nem amigos do “jeitinho”.

    • os dois erraram… a Elba e o SIBC….quando se cobra ingresso para assistir um show não se pode misturar politica…toque sua musica e deixa o resto para depois…o povo tem o direito de reclamar sim…

  24. Quando vou a um show quero ouvir música e não discurso político. Política é em comício. Acho muito bem o que o público fez, já que era tbm liberdade de expressão.

  25. Quando vc contrata um grupo ou pessoa para um determinado fim vc está contratando uma pessoa juridica, que deveria ser apartidária. Sinceramente não sei o passa na cabeça desta galera, a grande maioria do comércio , casas de entretenimento são de direita, aí da nisso e alegam liberdade de expressão… Coloca um multa no contrato pra ver se faz isso…

  26. Aleluias, Glórias ao nosso bom Deus,ainda temos pessoas,com bom senso,e que acreditam em um Brasil limpo,sem corrupção, Parabéns a estes moradores,Deus abençoe todos vcs,Deus acima de tudo e todos,Amém,

  27. NÃO PERDERAM NADA, TOCAR PARA ESSA TRALHA DE GENTE É MELHOR NÃO IR, ESSE É O TIPO DE GENTE QUE ESTÁ QUERENDO DOMINAR O BRASIL, JÁ DOMINARAM O RIO DE JANEIRO, QUANDO NÃO É MILICIANO BANDIDO, SÃO ADORADORES DE BANDIDOS MILICIANOS, OU SEJA: PUTINHA DE MILICIANOS

    • Essa gente quer o melhor pro Brasil, não votam em bandido, criminoso e ladrão, condenado em 3 instâncias, por 32 desembargadores de forma unânime e com aumento de pena, após processo que se estendeu longamente, com amplo direito de defesa do réu, que não foi suficiente, pelas mais de 3.000 evidências e dezenas de delações de comparsas, membros de partidos, empresários, que corroboraram a participação estreita do Lula no maior sistema de corrupção da história. Seu jumento comedor de mortadela.

  28. Se fossem bater continência pro miliciano nazista, não teria problema algum. Povo da Barra só tem bandido de colarinho, cambada de miliciano. Não à toa o genô e família formaram um QG ali. Caixas e caixas de dinheiro no condomínio de luxo do esquema de rachadinha. Liberais de merda que mamam nas tetas da nação e depois querem falar de lei rouanet. Façam-me o favor, cambada de miliciano!

  29. Foram contratados pela arte que fazem nos seus shows. Quem contratou não parece conhecer a banda.
    Responderam com violência por terem sido ignorantes quanto ao trabalho regular da banda contratada.
    Infelizmente a intolerância acompanha a burrice. Mais do mesmo nesse caldo de intolerância.

  30. Esse povo, principalmente que está comentando acha que ser artista é agradar a público. Não há ato mais político que ser Artista. Eles estavam corretíssimos. Principalmente por não apoiar um governo que menospreza a arte e a Cultura! Seguimos acreditando que “Um novo dia vai raiar, e o Lula vai ganhar!”

  31. Tanto lugar decente pra tocar foram escolher logo esse. Samba e pagode tem história de luta e resistência. Tem política na veia! Espero que repensem e não se vendam por qualquer bosta.

  32. Teem que é que tomar vaia mesmo.
    A pessoa quer se desprender de pressão, relaxar um pouco de tudo e vai procurar uma boa música e isso, política.
    O não separar as coisas, é em demasia um
    desrespeito do público que foi contratado pra cantar e não para fazer do palco um palanque eleitoral.

  33. Em nota, só confirma a indignação daqueles q pagaram para assistir um evento cultural.
    O grupo cita a constituição para justificar sua ncoveniencia, alegando direito de livre expressão, mas não aceita a do próximo…
    O público q criticou , fez pq tem o mesmo direito… O de ser livre para expor sei descontentamento com uma situação ridícula…
    A arte nao deve ser confundida com palanque eleitoral… Seja pela esquerda seja pela direita…

    O problema dessa corja … Q fazem a merda… Depois são as vítimas…
    Se estivesse no local, solicitaria meu dinheiro de volta, pois teria pago para assistir um evento musical, e não propaganda política de um safado… Maior ladrão da história deste país….

  34. Quem fala o que quer ouve o que não quer, se o cidadão paga para assistir um show de pagode é para assistir um show de pagode e não comício político, que fique de lição para a próxima vez que esse grupo resolver misturar trabalho com política.

  35. Acho o seguinte, o grupo foi para cantar samba, foi contratado para isso, a sua posição política ele tem fora, o grupo está errado e acha que está certo, e eu não te apoio o Bolsonaro, mais está é minha opinião!

  36. Só o simples fato de ter um bandido concorrendo já é a maior vergonha desse país, quem pagou ingresso foi ver um show de samba, não apologia ao crime, não se trata de liberdade de expressão, vão para o meio de uma praça e sem cobrar ingresso cantem para os bandidos de estimação de vocês, a falta de respeito ao público presente e pagante foi respondida a altura.
    Parabéns aos presentes.

  37. Justamente em um outro evento de pagode com 3 grupos, fui obrigado a me retirar, pois o palco virou palanque pros 3 grupos. De lá pra cá não fui a mais nenhum e nunca mais irei, morram de fome se depender do meu dinheiro. Aqui é Brasil !!!

  38. Dá nisso quando falta discernimento. Política tem lugar próprio e horário. Engana-se o grupo que mistura escolhas num lugar heterogêneo. Mostrou o grupo sua total inabilidade com o público e muita falta de criatividade artística!

  39. Essa gente precisa saber que nem todos tem marginais como ídolos e que idolatram criminosos! Se desejam tê-los na cabeceira de suas camas, que os levem pra casa! No palco, apenas se forem pagos com grana partidária, que aliás tb vem de nossos impostos, através do Fundão eleitoral, que é uma imoralidade VETADA por Bonoro e teve o veto derrubado pelos PTralhas na Câmara e Senado!

  40. “Os brasileiros de bem não vão deixar a organização criminosa voltar ao poder” ! Socialismo, comunismo ,esquerda é mais que uma desgraça pra qualquer nação, exemplos estão aí ,Argentina ,Venezuela,Bolívia,Cuba, Uruguai etc…!

  41. Foram contratados para tocar samba, e não para fazerem apoio a candidato político, erraram feio querem liberdade de expressão o povo se expressou, pelo que pagou para assistir, as pessoas estão confundindo as coisas e querendo que o errado seja certo e dizer que o certo e errado, tem que mudar isso antes que piore, tudo agora e liberdade de expressão sendo errado usam para se defender das besteiras que fazem, façam o correto e não terão problemas, tudo que planta colhe, cedo o tarde, certo e certo errado e errado!

  42. Um abanda muito fraca tentando fazer showmicio, tinha que dá nisso, querem lacrar que o façam em seus grupozinhos de ralé, bem feito para estes Comunistas Esquerdopatas Sanguessugas parasitas LGBTQIA +PCI, porque não vão cantar em Cuba Venezuela Argentina Bolívia,

    • Nossa! Quanta discriminação! Vc deve se sentir muito seguro nesse seu casulo, ou devo dizer “armário”? Printei seu comentário pra minha tese sociológica…?

  43. Os artistas devem se expressar se acharem necessário, mas não devem fazer isso no palco durante um show, onde tem pessoas que pagaram para assisti-los tocando e podem não concordar com a opinião dos mesmos. Em um ambiente particular, seria censura, já que a constituição brasileira, como foi citada, grande esse direito a todos.

  44. Quem vai ao show é para se divertir!!!
    Não para ouvir posicionamento político a favor de A ou B. Falta respeito ao público.
    Bom saber nome para não se enganar e assistir outra demonstração política.

  45. O conjunto foi ao local para apresentar o seu show . Ninguém pediu para que tivesse referências políticas, não era evento político.
    Não se deve misturar as coisas política é política , show de pagode é show . Que sirva de lição para o conjunto e outros também , simplesmente apresentar seu show e não tentar levar até o público suas preferências políticas. Um absurdo .

  46. Queria entender o conceito de liberdade dessa galera aqui, e observem q colocaram no mesmo balaio violência e posicionamento político.
    A gente anda sem noção e criando legitimidade para atos violentos, se não concorda, vale até uma vaia, mas agressão é crime msm

    • Concordo. Gosto muito da Elba Ramalho, estava no show dela e assisti com tristeza seu posicionamento, mas ela só foi vaiada pela opinião pessoal, mas depois aplaudida pelas suas músicas. Sem agressões. No show de pagode, quem não gostou se posicionou pela violência, quando vaiar era suficiente.

  47. As pessoas que estavam no Show, pretendiam assistir Samba, não opinião política do Grupo.
    Aliado a tudo isso, era uma apresentação particular, para um grupo relativamente pequeno, que estava ali, única e exclusivamente, para se divertir. Caso quisessem ouvir opiniões políticas, contratariam um especialista no assunto, não um grupo de “Pagode”. Eles tinham que dar o seu recado através das letras originais da música e pronto, provavelmente iriam ser chamados para outras apresentações, agora, fecharam as portas, lá, não se apresentam mais, menos um cliente. Foi isso o que conseguiram!!!

  48. E muita cara de pau querer enfiar goela a baixo do público pagante suas ideologias …e também falta de respeito ao público . Que na próxima vez esse grupo pense mil vezes antes de se manifestar para público pagante que só quer se divertir….gente sem noção!!!!!!!
    ….

  49. Mandou mal o Grupo SIBC quando transforma um show comum em um showmício. Pior ainda quando modifica a letra do samba ,”TÁ ESCRITO” (Xande De Pilares, Gilson Bernini e Carlinhos Madureira) para fazer campanha política em um show no qual as pessoas foram só pra se divertir. Não vejo esse ato como censura, vejo como uma manifestação provoca por um outro ato que não deveria fazer parte daquele contexto (ação e reação). O momento foi inoportuno e isso tem acontecido muito por conta da forma exacerbada que algumas pessoas tem expressado ideologias.

  50. Palco não é lugar para artista fazer showmício, mas os altares de igrejas são? Isso se chama hipocrisia, se o grupo faz campanha para político que você não apoia, não gaste seu dinheiro com eles, deixa para gastar nas “assembleias” da vida, os pastores vão agradecer.

  51. Alguns artistas estão fazendo campanhas políticas de graça , achando que apoiando esse ou aquela em suas apresentações vão conqustar o público alienado . Isso é burrice, as pessoas vão ali pra se divertir e fugir dessa nojeira, sem banheiras e sem malvado favorito. Tomara que aprendam, ou se acham que isso ë uma chance de aparecer, pois que continuem com essa idiotice. (eu lamento pela arte).

  52. É uma vergonha o que estamos vivendo ultimamente. As pessoas estão perdendo o seu referencial de vida e se apoiando em ideologias destrutivas. O Samba nunca foi um instrumento de propaganda política. Quem vai a um “show” musical, vai no intuito de ouvir as músicas que fazem parte de um repertório musical já pré-concebido pelos músicos da banda. Estes mesmos “profissionais” não podem querer influenciar um público pluralista na questão política… Quando o fazem, dá nisso aí que vimos acontecer!
    Faltou senso e respeito por parte dos músicos!

  53. Sou terminantemente contra violência de qualquer forma , concordo também que o samba sempre foi um expressão política, mas sem lado, se vc vai ao um show e se divertir com todos de igual maneiro, leve, sem conflitos, não um showmício, e não venham com liberdade de expressão, se ninguém pediu a sua expressão, política e em outro lugar. Que mania de dividir

  54. Sei que esse período político que estamos vivendo faz parte de uma história aonde envolve muito mais do que partido político. Fazer parte desse momento se posicionando seja com música ou com a rede social é sim um ato de democrático. Ouvir váias também é normal devido ao posicionamento das outras pessoas. O que não deve ser admitido é ato de violência. É como time, cada um torce pelo seu e não é proibido cantar músicas de times em locais aonde há diversidade. Isso só mostra o desrespeito pela democracia aonde não se quer receber pessoas com opiniões diferentes, deixe isso claro antes, se quer viver em um cercadinho.

  55. Os prezados e distintos músicos não deveriam manifestar opinião política no palco , onde eles estão sendo pagos apenas para expressar os seus dons artísticos. Em um ambiente político tão polarizado, foi muito imprudente e desrespeitoso com quem pagou ingresso para o show. Apenas acho.

  56. Até onde vi na reportagem, o grupo teve liberdade para cantar o que queria e o público também teve de gostar ou não, certo? Liberdade é só quando aplaudem? Segue o jogo, nada de especial aí…

  57. Quando penso que já estamos no fundo do poço, vem outra superação. Cada dia que passa o Brasil vai de mau a pior, até o nosso estilo musical, as nossas bandas, nossa cultura, nossos gostos, nossos ritmos, nossos artistas, nossas festas, nossos rolês, nosso trabalho… Tudo será polarizado? Então, agora haverão 2 lados pra tudo?
    Estamos sendo divididos, e tudo por conta da ideologia política, que deveria ser individual. Deixem essas manifestações para quem não é pessoa pública, ou quando estiverem anônimos.

    Tenhamos fé, um dia poderemos amadurecer.

  58. Que bom ler os comentários acima, principalmente por serem claros e objetivos, as pessoas são diferentes de artistas e deveriam os artistas saberem que não deveriam se prestar a esse tipo de coisa em um espaço feito para mostrar sua arte, já a séculos somos manipulados por td que órgão de imprensa e agora que não tem mais Showmício os artistas resolvem fazer dos palcos suas manipulação, basta de querer manipular o POVO, DOEM SEUS CACHÊS PARA AS CAMPANHAS E COMBATAM O RECURSOS PÚBLICOS PARA IS PARTIDOS
    Muito obrigado

  59. Grupo de música fazendo política não pode reclamar de nada. Vcs são pagos para cantar não para fazer política. Deixando claro que sou contra qualquer tipo de violência. Agora fala o que quer e escuta o que não quer.

  60. Políticos têm que fazer política, assim como artistas têm que fazer ARTE!!! Quando mistura os dois, dá nisso que vimos.

    Não se trata de “expressão cultural” ou “liberdade de expressão”, mas esse episódio só mostra o que já vem acontecendo em inúmeros shows de bandas até beeeem mais famosas. Esse “chamamento político” trata-se nada mais, nada menos de um “gatilho” para alavancar platéia em shows mornos, quando não empolgam o público. Vi isso em apresentações no Rock in Rio (Gilsons, Orochi…) e em outros que assisti.

    Outra coisa, o samba sempre foi uma ferramenta política, SIM, mas não de POLÍTICOS. Suas letras retratavam o dia-a-dia de uma classe social marginalizada, tratavam com irreverência, bom humor e inteligência de FATOS sociais e NUNCA TEVE LADO!!! Então, não me venha com essa de que o samba em questão foi usado como “ferramenta política”. Ele foi, sim, ASSALTADO e RASGADO para se tornar instrumento de propaganda política, algo que é muuuuuito diferente.

  61. Não sou a favor de atos violentos, mas entendo que quem foi ao evento, foi para se divertir, e não para participar de showmício, o grupo tá errado, foi uma grande falta de respeito com o público, e vale destacar que se o grupo exaltasse Bolsonaro, a mídia e os militantes de esquerda logo viriam com reclamações, e aí esse papo de liberdade de expressão cairia logo por terra.

  62. Também é direito de que não quer ouvir se manifestar porém sem violencia, a violência está na letra da música uma política errada.

  63. A Mania de querer manipular as pessoas só pq fazem Música. Opinião Política e clube de Futebol se guarda pra si!!!!!! Cada um é responsável por si. Bem Feito, se lascaram!!!!

  64. Desvio de finalidade. Não foram contratados para exercer atividade político partidária, nem o público pagou para ver isso. Só acho que deveria ser convidados a se retirar de forma mais educada.

  65. Nosso país tem uma constituição baseada na democracia, não no comunismo. Quem apoia o Comunismo está rasgando a Constituição. Ontem, vi um vídeo onde um cantor famoso falava sobre a Lei Ruane. Pelo que entendi essa Lei foi criada para ajudar “não famosos” e divulgar a arte, cultura. Segundo o “cantor” o que veio a seguir foi o monopólio de um grupo, que apoia abertamente o Lula, a Lei foi criada num mandato do PT, e esse grupo faz uso e fruto dos beneses desta Lei, arrecadando milhões dos cofres públicos, enquanto os pequenos artistas ficam de lado.
    Quem não quer perder esta boca vai apoiar o Lula, claro.
    Violência nem sempre resolve os problemas.
    Antes de fazer campanha para o público, se fosse inteligente o cantor faria uma pesquisa se os presentes eram favoráveis ou contra.
    Tirem suas conclusões.

  66. Bom dia a todos só acho que eles estavam ali pra fazer um show não pra defender bandeira política ok não curto violência também não sobre o direito de expressão,expressa no dia da eleição vai la e votar no seu candidato pronto e acabou

  67. Não esperava menos dos porcos elitistas da Barra da Tijuca, quando não milicianos, são alienados, e elitistas como são, só o que eles pensam pode ser propagado, mesmo que por meio de fake…

  68. Quando foram contratados disseram que fariam manifestação política durante o show? Não. Então meus caros, não têm do que se queixar.
    Quem pagou para ver o show também tem direito à manifestação sua reprovação ao que fizeram.
    Da próxima vez sejam claros quanto às suas preferências ideológicas, inclusive na divulgação do show, assim, só irá quem concordar com vocês.

  69. Se o grupo está recebendo para fazer o show, antes de tomar um partido político, deveriam se preocupar em saber qual lado político o contratante apoia, pra não pagar esse tipo de mico, queria ver se fosse um evento da torcida do Flamengo e eles fossem fazer paródia enaltecendo o Vasco, ia dá ruim pra eles……fica a dica para a próxima vez não darem esse mole…..

  70. Pior é ter que pagar cover artístico para ouvir posicionamento político e militância
    Cada um tem a sua posição e não deveriam
    Misturar as coisas
    Realmente não agradou, lugar errado
    Acho que deveriam ir embora sim
    Mas também não merecem nehum tipo de agressão.

  71. Não se trata de lei e sim de respeito,o artista tá ali pra cantar e ponto final,essas classes de artistas se sentem os donos da verdade, é TD em nome da arte,pq não fazem shows só pra esquerda, vão falir rapidinho,aí vão poder cantar a vontade a musiquinha do Luladrão!!!!

  72. Olha eu sou contra a qualquer tipo de intimidação e violência, agora quem vai a um palco para defender político, em vez de cantar que é o intuito principal de um cantor, ainda mais defender um homem como lula aqui no Rio de janeiro,
    É triste em vermos cantores famosos militante políticos, a maioria comunista,
    Se alguém realmente ameaçou este grupo de cantores estão completamente errado.
    Mais cantar um público para o público não é legal militância política.

  73. Parece estar bem claro que artistas não pdoem fazer campanhas tipo showmício.
    Mas parece que tem uma turma aí que joga pedra nos outros, e acha que tudo que faz é engraçado.
    Lei é para todos.
    Respeito a cada um com seu cada um.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui