Grupo é impedido de praticar rapel no viaduto do Joá

Grupo de oito pessoas pretendia descer pelas cordas até o canal de navegação em frente à Praia dos Amores, no início da Barra

Rapel: presença de banhistas no canal também é proibida .Prefeitura/ Reprodução

Uma cena inusitada chamou atenção de quem passava pelo viaduto do Joá, no início da Barra da Tijuca, neste fim de semana. Agentes da Guarda Municipal impediram que um grupo de oito pessoas descesse a estrutura de rapel.

Os guardas avistaram o grupo no momento que estavam iniciando a ação e orientaram sobre os riscos da prática e sobre a falta de autorização. Os esportistas atenderam a solicitação e foram liberados.

Segundo a prefeitura, além dos riscos de se praticar esse tipo de esporte em áreas inadequadas e de circulação de pessoas e veículos, existe uma proibição da presença de banhistas no canal de navegação em frente à Praia dos Amores, que fica embaixo do viaduto, de acordo com o decreto de número 47.748/20.

A ação foi realizada pelas equipes do SGOP que estão atuando na Operação Verão, com o reforço de 440 agentes da Guarda Municipal e da Secretaria Municipal de Ordem Pública.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui