Guardas municipais que protegeram Câmara do Rio durante manifestações de 2013 são homenageados

Grupo de 21 agentes esteve no Palácio Pedro Ernesto nesta terça (11/06) para a homenagem

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Homenagem da Câmara de Vereadores do Rio a guardas municipais - Foto: Eduardo Barreto/CMRJ

Na tarde desta terça-feira (11/06), um grupo de 21 agentes do Grupamento de Operações Especiais (GOE) da Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio) foi homenageado, com moções de aplausos, na Câmara de Vereadores da cidade.

Eles participaram da proteção ao Palácio Pedro Ernesto, sede do Poder Legislativo carioca, na Cinelândia, durante as manifestações de 2013, que ficaram conhecidas como ”Jornadas de Junho”.

Carlo Caiado (PSD), presidente da Câmara, entregou pessoalmente as homenagens e discursou para os presentes.

”Essa homenagem é pela competência, dedicação e comprometimento do trabalho de vocês. Essa Casa é situada em um local marcado na história do nosso país e é de todos nós, dos nossos filhos e netos. Muito obrigado”, disse.

Advertisement

O vereador Rocal (PSD), por sua vez, exaltou o ato de coragem dos agentes, sendo seguido pelo parlamentar Luiz Ramos Filho (PSD), que reforçou: ”A Guarda Municipal é uma instituição muito respeitada no Rio. Parabenizo os presentes por protegerem a sede da Câmara”.

Falando em nome dos homenageados, Alex Coelho Abrantes, subinspetor da GM-Rio, lembrou do momento: ”Mesmo que eu fale o dia inteiro, a emoção do dia não pode ser passada através das minhas palavras. Nós nos empenhamos ao máximo para defender a Casa e a nossa vida”, disse.

Acompanhando o agente homenageado Flávio Ramos, Valeria Lima, que compareceu juntamente à filha do casal, agradeceu a homenagem e lembrou da reação de surpresa quando soube da operação, em 2013.

”Na época, fiquei sabendo que ele estava aqui pela televisão. Nossa filha tinha acabado de nascer. Essa homenagem para ele é muito linda e merecida. Obrigado”, concluiu.

Entenda

Os protestos de 2013 ocorreram em todo o Brasil. Em relação ao Rio, especificamente, um dos locais de maior concentração de manifestantes foi a Praça Floriano, na região central da cidade.

Atualmente, no mesmo espaço, fica situado o Quadrilátero Cultural da Cinelândia, onde o Palácio Pedro Ernesto abriga a Câmara de Vereadores local há mais de 100 anos.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Guardas municipais que protegeram Câmara do Rio durante manifestações de 2013 são homenageados
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Vamos homenagear o fascismo. O que ninguém diz é que essa “proteção” foi feita contra professoras da rede municipal, que estavam em greve, e protestavam contra um projeto de lei que prejudicaria ainda mais a categoria; e mais, que foram os ditos “Black Blocks” que defenderam essas professoras da agressão destes supostos “heróis”. Mas como eram a GM do Paes junto da PM do Cabral, os criminosos trocaram de lado….

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui