Gusmão: Histórico de Rodrigo Bacellar promete um comando equilibrado e consciente na Alerj

Grande articulador político e braço direito do governador Cláudio Castro, Rodrigo Bacellar (PL) vem de berço político

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Grande articulador político e braço direito do governador Cláudio Castro, Rodrigo Bacellar (PL) vem de berço político. Filho de Marcos Bacellar, político na cidade de Campos dos Goytacazes, sua família é conhecida no interior do estado do Rio de Janeiro como sinônimo de luta.

O título de cometa da política carioca se deve ao fácil poder de articulação de Bacellar. Durante sua passagem pela Secretaria de Estado de Governo demonstrou ser aberto ao diálogo, coerente e leal ao seu time e eleitores.

Parte do sucesso da gestão Cláudio Castro passou pelas mãos de Rodrigo, durante sua gestão na Secretaria de Governo o estado do Rio viu a expansão de projetos como da Operação Lei Seca e do Segurança Presente, assim como a criação do RJ para Todos, lançado em novembro de 2021 sob o comando de Rodrigo Bacellar.

Amanhã conheceremos o novo presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Inicia-se uma nova oportunidade de fazer história.

Advertisement

Leia também

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

Este é um artigo de Opinião e não reflete, necessariamente, a opinião do DIÁRIO DO RIO.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Gusmão: Histórico de Rodrigo Bacellar promete um comando equilibrado e consciente na Alerj

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Que bom que ao final do “artigo” surge um aviso informando ao leitor que se trata de um artigo de opinião que não reflete, necessariamente, a opinião do Diário do Rio. Importante aviso, uma vez que o referido artigo mais parece um release pago da ASCOM do nobre deputado. Mais “chapa branca” que esse artigo, imagino que só se fosse escrito pela mãe do parlamentar. Parabéns a jornalista Juliana Gusmão, quem sabe não descola agora um carguinho secreto, sem transparência, como é de habitual nesse governo, vide o caso do Centro de Estudos e Pesquisas do Estado, onde assessores da Câmara de Campos, nomeados na Ceperj sacaram mais de R$ 200 mil em dinheiro. Veja que curioso, ao todo, cinco vereadores do município do Norte Fluminense, “berço político” do agora mais novo presidente da Alerj, nomearam 12 de seus assessores parlamentares para cargos secretos na fundação, até mesmo a cunhada do supracitado, “grande articulador político”, Rodrigo Bacellar, também recebeu salários do Ceperj. 22 mil reais direto na boca do caixa. Coisa linda! Teria a articulista, Juliana Gusmão ficado com inveja? Se for o caso, melhor tomar cuidado, pois o artigo esqueceu de incluir no belo histórico do deputado, alguns detalhes, como por exemplo, uma ação recente do MP Eleitoral acusando Bacellar, Claudio castro e mais 9 pessoas de abuso de poder político e econômico e conduta vedada pelo uso de “folha de pagamento secreta”. As penas incluem a cassação do mandato, a inelegibilidade por oito anos (do ano eleitoral em diante) e multa. Ou mesmo, outra investigação, dessa vez do MP/RJ, que apura se Bacellar e seu irmão, o empresário Nelson Bacellar teriam recebido vantagens de empresários ligados a diversos crimes e fornecedores do Estado (o que é ilegal). De novo, parabéns Juliana Gusmão pelo singelo material publicitário publicado.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui