Halfoun: quem vai à Pousada da Alcobaça, em Petrópolis, não esquece jamais

Há 30 anos, ela nos envolve com uma simplicidade requintada, encantadora como a comida servida aqui

A D. Laura Góes, hoje com 92 anos, é uma das grandes referências da nossa gastronomia

A Pousada da Alcobaça, em Petrópolis, na Serra Fluminense, já é um clássico da boa vida, com destaque para a cozinha de terroir que há três décadas é feita por aqui, pelas mãos da D. Laura Góes. Ela, hoje com 92 anos, é um dos bastiões da nossa gastronomia, admirada por nomes como Roberta Sudbrack, Carla Pernambuco, Claude Troisgros e tanta gente que já comeu os seus pratos feitos com tempo e esmero, no calor do fogão a lenha.

Em 1992, quando quase ninguém falava de produtos e produtores, D. Laura já baseava a sua culinária neles, como diz no capítulo “Nossa ideia de requinte”, do livro Cozinha da Alcobaça, de sua autoria. Ali, conta que “o feijão vem direto do produtor; os ovos, sempre frescos e de gema bem colorida, são de galinhas que comem milho e minhoca; os laticínios vêm de pequenas fazendas dos arredores; e as verduras, as ervas, os moranguinhos e outras delícias são cultivados em nossa horta”.

Sobre a definição da sua gastronomia, ela prefere dizer que “somos especializados em simplicidade requintada”. D. Laura considera o feijão ingrediente nobre, desde que seja tratado como tal, a exemplo da feijoada lendária que faz todos os sábados. Também classifica como requintados pratos aparentemente despretensiosos, como a carne assada inesquecível que prepara com molho escuro e batatas molhadinhas dentro dele, o frango assado, o cozido e uma canja que quem come, na cozinha mesmo, numa noite fria, não esquece jamais.

Aconteceu comigo e a minha adorada companhia, num domingo tranquilo, fora de temporada, onde estávamos apenas nós dois na Alcobaça. Nem mesmo os empregados estavam lá. E a D. Laura, sem titubear, pediu para um deles, antevendo noite gelada que estava por vir: “Faz aquela nossa canja para eles e deixa na panela de pedra, sobre a mesa da cozinha”. E apenas nos avisou, com uma piscadela de olhos, como se dissesse: “Divirtam-se”.

E assim aconteceu e eu jamais esquecerei. O paraíso da D. Laura tem estilo francês (da Normandia) por fora e por dentro, com os ambientes mais acolhedores do mundo. Claro, com destaque para a cozinha enorme que, além da mesa comprida onde ficou a canja, tem fogão a lenha, bancada para trabalhar os produtos, panelas de cobre e acessórios para cozinhar por todos os lados.

Agora que o friozinho começa a dar as caras, a Alcobaça, cercada de jardins maravilhosos, é destino obrigatório. Seja para uma escapada de fim de semana ou apenas para um almoço no sábado ou domingo, uma vez que fica a pouco mais de uma hora de carro do Rio. Para viver momentos inesquecíveis. Vai na minha que você vai na boa.

Serviço
Pousada da Alcobaça
Rua Agostinho Goulão, 298, Corrêas, Petrópolis, RJ.
Tel.: (24) 2221-1240;
www.pousadadaalcobaca.com.br

Robert Halfoun é jornalista, publicitário e amante da boa mesa. Depois de anos na Editora Abril, relançou com grande sucesso a Revista Domingo, no Jornal do Brasil, onde também atuou como Diretor Executivo. Então, dirigiu a Revista Gula, na época de sua maior circulação, até que, há oito anos, lançou a plataforma Sabor.club, com revista, site e o clube de assinaturas Sabor Clube. É também autor do livro Histórias da Gastronomia Brasileira, lançado em parceria com Ricardo “alô alô” Amaral.
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui