Hospital em Vila Isabel inaugura enfermarias pediátricas com ambientação lúdica

Juntas, as duas enfermarias personalizadas do Hospital Municipal Jesus contam com 16 leitos de internação

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Enfermaria com ambientação lúdica no Hospital Municipal Jesus, em Vila Isabel - Foto: Edu Kapps/SMS-Rio

Referência no atendimento infantojuvenil no Rio de Janeiro, o Hospital Municipal Jesus, em Vila Isabel, Zona Norte da capital fluminense, inaugurou, na última segunda-feira (13/11), duas enfermarias com ambientação lúdica que, juntas, contam com 16 leitos de internação.

Inspirado no fundo do mar, o projeto foi idealizado pelo arquiteto e artista Gringo Cardia e viabilizado pelo Instituto Desiderata, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio e financiado pela Chevron Brasil, que também custeou outras duas salas de exames do hospital com cenário temático, inauguradas em 2022.

As enfermarias ocupam uma área total de 305m² e receberão crianças e adolescentes de até 18 anos incompletos com problemas de saúde considerados de média complexidade. Segundo Pesquisa de Satisfação elaborada pelo Instituto Desiderata, e realizada em outros ambientes lúdicos feitos pela organização, houve uma redução de 86% da dor e da ansiedade nos pacientes atendidos nesses espaços.

O levantamento aponta ainda que 84% dos profissionais de saúde apontaram maior satisfação com o ambiente de trabalho. Foram entrevistadas cerca de 150 pessoas, entre crianças e adolescentes, cuidadores e mais de 70 profissionais que atendem em locais ambientados.

Advertisement

”Imagina como deve ser para uma criança ou adolescente estar fora de casa e passar dias, ou até meses, em um hospital? As enfermarias humanizadas e lúdicas vão permitir mais acolhimento para esses pacientes que já estão enfrentando um momento difícil. É uma iniciativa que demonstra sensibilidade e preocupação também com as famílias e com os profissionais de saúde. Ter mais uma etapa desse trabalho realizada é muito gratificante e não seria possível sem a parceria com o poder público e empresas que se engajam pela saúde infantojuvenil”, disse Renata Couto, diretora executiva do Instituto Desiderata.

A reforma durou sete meses. O projeto cenográfico levou às enfermarias a cor azul como predominante, para acalmar e fazer referência às águas do mar. Conchas e corais coloridos foram escolhidos para ilustrar esse oceano acolhedor e as imagens deles foram colocadas em estruturas presas no teto, facilitando a percepção de crianças e adolescentes que passam boa parte do tempo em camas. O projeto teve ainda a preocupação de melhorar a iluminação e ampliar a visão das janelas, para reduzir a sensação de confinamento. Todo o mobiliário também foi trocado e adaptado, otimizando o trabalho dos profissionais de saúde do hospital.

Além de toda mudança visual trazida, a reforma das enfermarias incluiu trocas hidráulicas, esgoto, elétrica, pintura, piso, forro do teto e iluminação, ar condicionado, revisão de gases medicinais e instalação de marcenaria.

Para a presidente da Chevron Brasil, Evelyn Vichez, ”o acolhimento infantojuvenil humanizado durante uma internação pode ajudar a impulsionar a recuperação destes pacientes. Por isso, investir nesse projeto é tão gratificante. Nosso programa de investimento social contribui para fortalecer o desenvolvimento sustentável das comunidades onde operamos”.

Nessas enfermarias, as crianças ficam por um período médio de quatro a nove dias, mas há casos de internações longas, de 150 até 300 dias. Os 16 leitos dessas enfermarias e as salas de exames cenográficas já existentes contribuem para a revitalização do hospital, que tem 88 anos e oferece um acompanhamento global a crianças e adolescentes, incluindo atendimento psicológico e classe hospitalar, um apoio escolar para pacientes em longo período de internação.

”Agradecemos ao Desiderata e a Chevron por essa importante parceria. Os benefícios desse trabalho para os nossos pacientes e profissionais são imensos. Redução do estresse, aceleração da recuperação, conforto e ambiente mais acolhedor. Um ganho para os trabalhadores e usuários do SUS”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

Por mês, o Hospital Municipal Jesus atende cerca de 3.500 mil pacientes, com uma média de 110 internações em diversas especialidades ambulatoriais. Entre janeiro e setembro de 2023, foram realizados mais de 15 mil exames.

Vale lembrar que a ambientação de espaços do Hospital Municipal Jesus teve início em 2012, com a transformação de um tomógrafo em um grande submarino amarelo. Em 2020, uma sala de raio x ganhou o tema robôs submarinos. No ano passado, as demais salas de exames de radiologia do hospital foram contempladas, concluindo a ambientação do setor.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Hospital em Vila Isabel inaugura enfermarias pediátricas com ambientação lúdica
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui