Hospital Estadual Getúlio Vargas faz primeira captação de pulmão para transplante

O órgão é de uma doadora, de 17 anos, que teve morte encefálica declarada pelo hospital. Também foram captados córneas, rins, fígado e coração

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Hospital Estadual Getúlio Vargas faz primeira captação de pulmão para transplante/ Foto: Leonardo Lucena

O Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, Zona Norte do Rio de Janeiro realizou, na quarta-feira (23), a sua primeira captação de pulmão para transplante, no âmbito do Programa Estadual de Transplantes, que foi criado em 2010, e já atendeu de 7 mil pessoas.

O órgão é de uma doadora, de 17 anos, que teve morte encefálica declarada pelo hospital. A família da doadora autorizou ainda a captação das córneas, dos rins, do fígado e do coração.

Em 2021, o Instituto Nacional de Cardiologia (INC), em Laranjeiras, na Zona Sul da capital, fez o seu primeiro transplante de pulmão. O primeiro feito no Estado do Rio, no últimos 15 anos.

Para doar um órgão, a pessoa deve apenas informar à família sobre a sua intenção. Para que a captação ocorra, a família deve acionar Programa Estadual de Transplantes e autorizar o procedimento.  As informações são da BandNews.

Advertisement

Leia também

Águas do Rio alega não saber sobre situação da Cedae mas presidente foi diretor da empresa – Bastidores do Rio

Antiga garagem da Silveira Martins é vendida por R$19,7 milhões a incorporadora

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Hospital Estadual Getúlio Vargas faz primeira captação de pulmão para transplante

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui