Hospital Estadual Getúlio Vargas faz primeira captação de pulmão para transplante

O órgão é de uma doadora, de 17 anos, que teve morte encefálica declarada pelo hospital. Também foram captados córneas, rins, fígado e coração

Hospital Estadual Getúlio Vargas faz primeira captação de pulmão para transplante/ Foto: Leonardo Lucena

O Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, Zona Norte do Rio de Janeiro realizou, na quarta-feira (23), a sua primeira captação de pulmão para transplante, no âmbito do Programa Estadual de Transplantes, que foi criado em 2010, e já atendeu de 7 mil pessoas.

O órgão é de uma doadora, de 17 anos, que teve morte encefálica declarada pelo hospital. A família da doadora autorizou ainda a captação das córneas, dos rins, do fígado e do coração.

Em 2021, o Instituto Nacional de Cardiologia (INC), em Laranjeiras, na Zona Sul da capital, fez o seu primeiro transplante de pulmão. O primeiro feito no Estado do Rio, no últimos 15 anos.

Para doar um órgão, a pessoa deve apenas informar à família sobre a sua intenção. Para que a captação ocorra, a família deve acionar Programa Estadual de Transplantes e autorizar o procedimento.  As informações são da BandNews.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui