Ibama do Rio suspende, temporariamente, o recebimento de animais silvestres

A medida foi definida após a suspeita de que um urubu do Centro de Triagem de Animais Silvestres do Estado estaria com Gripe Aviária

Foto: Divulgação

O recebimento de animais silvestres no Centro de Triagem de Animais Silvestres do Rio de Janeiro (Cetas-RJ) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), em Seropédica, na Baixada Fluminense, está suspenso por tempo indeterminado. Esta medida foi definida após a chegada de urubu com suspeita do vírus da Gripe Aviária.

Na última quinta-feira (24/08) a equipe de defesa agropecuária do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) realizou a eutanásia e a coleta de material biológico da ave para exames laboratoriais. O prazo previsto para emissão do resultados é de 14 dias a partir da recolhimento das amostras.

E até a conclusão das análises o Cetas-RJ não receberá novos animais nem realizará soltura. A medida atende ao protocolo sanitário estabelecido pelo Mapa.

Sintomas da Gripe Aviária:

Os principais sinais clínicos neurológicos ou respiratórios da Gripe Aviária em aves silvestres são tremores na cabeça e no corpo; dificuldade respiratória (respiração ofegante, bucal, coriza nasal e/ou espirros); letargia e depressão; decúbito (penas arrepiadas ou arrastar as pernas); “mansidão” excessiva e falta de resposta a estímulos; asas caídas, torção de cabeça e pescoço; perda de equilíbrio; edema de face, olhos fechados e excessivamente lacrimejantes, excrementos aquosos descoloridos ou soltos; e andar em círculo e de costas.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui