Idosa é presa na Zona Sul por manter 11 cães, 1 papagaio e uma tartaruga em condições insalubres

A residência da mulher era imunda, sendo que os animais viviam chafurdados em fezes e urina espalhados por todo o chão da unidade

Os animais viviam imersos em fazes e urina /Divulgação

Agentes da 13ª DP (Ipanema), em parceria com a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (SMPDA) e do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (Icce), prenderem em flagrante uma idosa, de 80 anos, pelo crime de maus-tratos a animais e guarda de animais silvestres. No imóvel onde a mulher morava foram encontrados 11 cães, um papagaio e uma tartaruga. Os animais viviam em condições insalubres.

De acordo com os relatos dos policiais e veterinários presentes na operação, a residência era imunda, sendo que os animais viviam chafurdados em fezes e urina, que estavam espalhados por todo o chão da unidade. Os cachorros, segundo os veterinários, apresentavam doenças dermatológicas evidentes. Os potes encontrados estavam sem ração; e a água dos bebedouros estava imunda. No local também havia muito entulho e muita sujeira.

As autoridades chegaram à residência através de denúncias dos vizinhos da mulher, que relataram as péssimas condições de higiene do local, além da queda de um cão do apartamento, que fica do 10º andar. Essa foi a quinta diligência na unidade, segundo um fiscal veterinário da SMPDA.

Os cachorros foram encaminhados ao Abrigo Municipal Fazenda Modelo e passarão por atendimento veterinário. Os animais silvestres foram levados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), do Ibama.

O apartamento foi interditado, e a idosa conduzida à delegacia, onde foi autuada em flagrante. A mulher será encaminhada ao sistema penitenciário e ficará à disposição da Justiça.

Segundo o secretário Vinicius Cordeiro, o Departamento de Fiscalização da SMPDA aguarda os laudos para a eventual determinação de multa, além de outras sanções criminais.

Denúncias de maus-tratos a animais podem ser feitas através do portal 1746 da Prefeitura do Rio.

Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. São os tempos que vivemos, não importa o comando. Para os que não tem força e voz é pau na raiz da espinha, doa a quem doer. Para quem tem padrinho e amigo, um afago no rosto e um abraço resolvem.

  2. Uma idosa de 80 anos vivendo nestas condições insalubres é sinal evidente de solidão e abandono. Assim como os animais, que visivelmente necessitam de cuidados, ela também necessita de atenção psicossocial, não de penitenciária.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui