Bike elétrica do Ifood (Foto: Reprodução)

Os trabalhadores que entregam comida no Rio de Janeiro, através da plataforma digital de delivery IFood, ganharão uma novidade que promete facilitar a rotina do dia a dia. Isso porque a empresa acaba de lançar o seu primeiro modelo de aluguel de bicicletas elétricas, que será disponibilizado gradativamente aos entregadores cariocas.

As bicicletas foram desenvolvidas em parceria com a startup Tembici, especializada no compartilhamento de bikes, as mesmas utilizadas pelo Itaú. O modelo elétrico possui uma bateria com autonomia para percorrer até 60Km e um mecanismo que exige menos esforço dos ciclistas durante as pedaladas.

Ela é elétrica, e é oferecida como aluguel em um plano subsidiado feito para entregadores, contando com área de apoio e com vários serviços. Fizemos o projeto junto com a Tembici, os entregadores gostam muito“, conta o CEO do IFood, Fabrício Bloisi.

Os veículos poderão ser alugados pelos entregadores através do próprio aplicativo do IFood, o “Pedal Semanal“, um plano com a duração de sete dias, ao custo de R$ 9,90. Nele, o trabalhador tem acesso às bicicletas elétricas e as laranjinhas do Itaú, além de poderem utilizar o Ponto de Apoio do IFood, localizado em Botafogo, na Zona Sul da Capital Fluminense, onde os entregadores podem retirar e entregar as bikes, almoçar e descansar.

O plano semanal também contempla o “Pedal Responsa”, um curso online de boas práticas no exercício da função, segurança, relacionamento com o cliente e cuidados com a saúde, sobretudo em tempos de pandemia.

Inicialmente, a novidade não estará disponível para todos os entregadores parceiros do iFood. O programa ainda está em fase de teste e somente alguns entregadores têm a possibilidade de aderir ao plano “iFood Pedal” nos primeiros meses.

Próximo passo: motos elétricas

Fabrício Bloisi também revelou que a companhia de delivery pretende implementar o uso de motos elétricas. Segundo o CEO, as avaliações dos veículos sustentáveis já começaram a ser realizadas.

Começamos há duas semanas os testes agora com motos elétricas, sem barulho, sem poluição, e com troca de baterias nos pontos de apoio“, disse.

Veja uma foto do protótipo

Moto Elétrica do Ifood (Foto: Reprodução)

Compra créditos de carbono para se tornar 100% neutra de poluição do ar

Desde o início deste mês, o iFood começou a aplicar a meta de tornar 100% dos seus pedidos neutros em emissão de gases do efeito estufa. A empresa fez uma parceria com a Moss para comprar créditos de carbono e compensar os gases que deverá emitir nos próximos anos.

O objetivo é neutralizar os impactos causados pela emissão de dióxido de carbono (CO²) nas suas operações e preservar a Floresta Amazônica.

Créditos de carbono são certificados emitidos a uma nação que reduziu a sua emissão de gases do efeito estufa. Equivale a uma tonelada de CO² no ambiente. Quem reduz a emissão dessa quantidade de poluição recebe do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) – criado em 1997 pelo Protocolo de Kyoto, das Nações Unidas – um crédito de carbono.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui