Desabamento de imóvel na manhã desta segunda-feira em Curicica, Zona Oeste do Rio - Foto: Reprodução/TV Globo

O bairro de Curicica, que faz parte da região de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, amanheceu sob forte apreensão nesta segunda-feira (12/08). Uma casa de 3 andares desabou na Rua Cordeiro do Rio, na Vila Sapê.

Por volta das 06h40, bombeiros do Quartel de Jacarepaguá foram acionados para irem até o local. No imóvel, estavam duas pessoas: Raiane Silva Martins, de 21 anos, e seu filho, Nicolas Domingos Martins, de 3 anos.

O pai da criança, que não teve o nome revelado, chegava do trabalho no momento que a casa desabou.

Em torno das 08h50, os bombeiros já tinham conseguido comunicação com Raiane e Nicolas. Os 2 conversavam com os socorristas e passavam informações para auxiliar no resgate.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a mãe estava em um local de mais fácil acesso para ser resgatada, devendo, portanto, ser retirada primeiro. E isso aconteceu às 10h25. Depois, às 10h55, foi a vez do filho.

Raiane Martins sendo retirada dos escombros pelo Corpo de Bombeiros – Foto: Reprodução/GloboNews

Os bombeiros removeram móveis, lama e terra para conseguirem chegar às vítimas. Um balão de oxigênio foi levado pelos agentes para ajudar nos trabalhos de resgate.

Um dos vizinhos das vítimas, Josué da Silva, cuja casa foi atingida, contou que ouviu os gritos de Raiane e Nicolas no momento do desabamento.

”Quando acordei, a geladeira já estava quase caindo em cima de mim. Eu acordei meu irmão, a gente levantou e empurrou a geladeira. Aí eu escutei, do 1º barraco, a mãe e o filho gritando ‘Meu filho, meu filho, me ajuda!’, e daqui a pouco alguém conseguiu tirar o filho dela. Depois, a gente soube da outra mãe e o filho presos no outro barraco”, relata Josué.

O desabamento ocorreu em uma casa que fica às margens do Rio Guerenguê. Imagens do Globocop, da TV Globo, mostraram as paredes da casa, que ficaram com chamativas rachaduras. Imóveis ao redor também corriam risco de desabamento.

Bombeiros do Quartel de Jacarepaguá fazem buscas nos escombros – Foto: Reprodução/TV Globo

Pouco antes das 8h, um homem, utilizando um capacete, entrou no imóvel que desabou para retirar gaiolas de passarinho do local. Um cachorro também estava no alto de uma das casas esperando ser resgatado.

Até às 11h10, não havia informações sobre o estado de saúde exato de Raiane e Nicolas, mas ambos foram resgatados com vida.

2 COMENTÁRIOS

  1. […] Um dia depois da surpresa pela publicação, no Diário Oficial da União, de uma mini lei que libera o registro de residências unifamiliares de pobres – chamados também de baixa renda – no registro imobiliário, sem o habite-se da Prefeitura ocorre, como se fosse um aviso, um desabamento de uma casa, sobre uma família, na Vila do Sapê, no Rio.  […]

  2. O maior absurdo é que a Curicica toda tem inúmeros imóveis ilegais e construídos de qualquer forma. A Prefeitura sabe e nada faz. Na Rua Franscisco de Paula, esquina com Leonardo Vilas Boas, tem muitas casas na beira do canal com rachaduras e ilegais. Nada é feito.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui