Inca promove Bloco da Solidariedade para reforçar estoque de sangue

A meta é coletar, durante a semana pré-Carnaval, até 70 bolsas por dia para garantir tratamentos oncológicos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) está promovendo a 18ª edição do Bloco da Solidariedade, nesta segunda (05/02) a terça-feira (06/02), com o objetivo de aumentar em 45% o armazenamento no banco de sangue. A meta é coletar, durante a semana pré-Carnaval, até 70 bolsas por dia para garantir tratamentos oncológicos. O Bloco da Solidariedade, iniciado em 2006, conta com o dançarino Carlinhos de Jesus e a bailarina Ana Botafogo como padrinhos. Em 2023, foram registradas 197 doações de sangue e 34 de plaquetas.

De acordo com Iara Motta, chefe do serviço de Hemoterapia do Inca, houve uma diminuição nas doações durante a pandemia, e a normalização ainda não ocorreu. A regularidade do suporte transfusional aos pacientes é crucial, e a campanha busca reverter a queda nas doações.

Para participar, os doadores devem atender a requisitos como ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, estar em boa saúde e não apresentar comportamentos de risco para doenças transmissíveis pelo sangue. É importante não estar em jejum, mas evitar alimentos gordurosos três horas antes da doação. Menores de 18 anos podem doar com consentimento formal dos responsáveis. No caso de doações de plaquetas, o agendamento deve ser feito por telefone (3207-1064).

O Banco de Sangue do Inca, localizado na Praça Cruz Vermelha, 23, 2º andar, Centro do Rio de Janeiro, funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 14h30. Aos sábados, abre exclusivamente para doação de plaquetas, com horários marcados às 8h, 9h30 e 11h.

Advertisement

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Inca promove Bloco da Solidariedade para reforçar estoque de sangue
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Blocos de Carnaval servem não só para diversão,
    mas também para informação.
    Que tal usar os Blocos de Carnaval para informar a população Carioca, e fluminense no geral, de como o Rio de Janeiro é o maior produtor de petróleo e gás do Brasil, e como esse país tira quase todo o lucro do petróleo e gás do nosso estado, e nos deixando no buraco?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui