Iniciativa cultural leva oficinas de Slam para escolas municipais do Rio

Ação promove literatura por meio do Projeto Cultural 'Poéticas na Escola - Slam'

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Projeto cultural promove oficinas em escola municipal no Rio. Reprodução: Divulgação.

Alunos do 8º e 9º anos da Escola Municipal Ginásio Emília Borba, localizada em Sepetiba, zona oeste do Rio de Janeiro, estão tendo a oportunidade de serem introduzidos ao universo da poesia de forma inovadora. A inciativa faz parte do projeto cultural “Poéticas na Escola – Slam”, cujo propósito é fomentar a literatura por meio de oficinas que abrangem poesia oral, performances e competições.

Durante os encontros, que vão até o fim do mês junho, os alunos têm a oportunidade de interagir com poetas da Região Metropolitana do Rio, compartilhando experiências. As oficinas são realizadas para os estudantes no contraturno escolar, das 14h às 16h30. Assim, os alunos mergulham no mundo da poesia, explorando técnicas de escrita, recitação e performance, em um ambiente criativo e dinâmico.

O projeto é idealizado por Fellipe Calarco, ator, poeta e produtor da Alkebulan Arte e Cultura, inspirado em suas próprias dificuldades enfrentadas na infância e adolescência. Com o objetivo de democratizar o acesso à cultura e criar oportunidades para jovens talentos, Calarco busca compartilhar sua paixão pela poesia e oferecer um espaço criativo e inclusivo para os alunos.

Advertisement

“Fui criado em Santa Cruz, e quando eu era pequeno, vi o meu sonho de ser ator impossibilitado pela falta e distância de aparelhos culturais próximos de onde eu morava. Na primeira oportunidade que tive, migrei para outro município onde pude realizar meu sonho e me tornei técnico em artes dramáticas. Anos depois, tive uma nova oportunidade: ganhei uma bolsa integral para cursar bacharelado em Artes Cênicas em uma universidade de renome. Hoje, formado, busco produzir projetos para que jovens possam ter a oportunidade de acessar produções artísticas sem precisarem realizar grandes deslocamentos”, afirma Fellipe.

No dia 3 de junho, data marcada para o encerramento das oficinas, o projeto promoverá um evento para a comunidade escolar. A programação incluirá uma roda de conversa e uma batalha de poesia. Durante o evento, os alunos terão a oportunidade de apresentar as poesias que desenvolveram ao longo das oficinas e haverá premiação para os três melhores colocados na batalha, selecionados por um júri especializado.

Serviço – Programação do evento final (3/07):

9h às 10h – Roda de Conversa.
Tema: Relevância da arte e literatura na transformação social.
Integrantes: Mc Martina e Aza Njeri.
Mediação: Sol Miranda.
10h às 11h30 – Batalha de Poesia.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Iniciativa cultural leva oficinas de Slam para escolas municipais do Rio
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui