Instituições de ensino do RJ se unem em prol de soluções para o estado; entenda o projeto

Primeiro ato da iniciativa será a criação de um site oficial, que agregará dados econômicos, sociais, educacionais e sanitários relacionados ao RJ

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Representantes de instituições de ensino do RJ - Foto: Geraldo Pereira

Na última segunda-feira (20/05), foi lançado no Rio de Janeiro um programa de pesquisa permanente que visa encontrar soluções para os problemas existentes em todo o estado.

A iniciativa, divulgada pelo Fórum de Reitores das Instituições Públicas de Educação do Estado (Friperj), reúne 10 estabelecimentos de ensino, sendo quatro universidades federais (UFF, UFRJ, UFRRJ e Unirio) e duas estaduais (Uenf e Uerj); dois institutos federais tecnológicos (IFF e IFRJ); e duas escolas federais (Cefet e Pedro II).

Cada uma dessas instituições terá um representante, que será um professor-doutor. Eles se reunirão mensalmente para estipular uma agenda de pesquisas, diagnósticos e proposições para o RJ em temas como segurança, saúde, clima entre outros.

Advertisement

Inicialmente, o projeto contará com um site oficial, que deve ser lançado em julho. Ele agregará indicadores relacionados ao estado, como dados econômicos, sociais, educacionais e sanitários, ficando disponível não apenas a pesquisadores, mas também ao público geral.

”Será uma página pública em que toda a sociedade terá acesso a ela, assim como os pesquisadores, jornalistas e quem mais tiver interesse em entender a situação do estado do RJ, seu município e sua região. Tudo muito simples e acessível”, diz Mauro Osório, professor da UFRJ, especialista em Desenvolvimento Econômico Nacional e coordenador acadêmico do programa.

”A ideia é reunir as instituições em torno de um objetivo comum, que é criar propostas com base científica delas, que têm aderência em todo o estado do RJ, e propor políticas públicas para serem debatidas pela sociedade”, complementa Roberto Rodrigues, reitor da UFRRJ e atual presidente da Friperj.

Vale ressaltar que o projeto inclui ainda prêmios para teses, dissertações e trabalhos acadêmicos, concedidos a cada dois anos e voltados ao estado do RJ. O primeiro, em 2023, foi entregue para uma dissertação relacionada ao assunto ”milícias”, e entrará em fase de publicação, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Faperj).

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Instituições de ensino do RJ se unem em prol de soluções para o estado; entenda o projeto
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui