Instituto Phi doa 1200 cestas básicas a projetos no Rio de Janeiro no mês de dezembro

O objetivo é ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade a terem um Natal mais feliz

Foto DIvulgação

Com a proximidade do Natal, aumentam a preocupação e o espírito de solidariedade em relação às famílias com menos recursos. De acordo com o 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19, 33 milhões de pessoas passam fome no Brasil, sendo três milhões no Estado do Rio de Janeiro.

Para tentar amenizar a situação, o Instituto Phi vem, desde agosto, entregando cestas básicas a nove projetos nas Zonas Oeste e Norte, regiões de alta vulnerabilidade na cidade. Neste mês, entre os dias 12 e 16, serão doadas 800 cestas.

Na Zona Oeste, em parceria com o Instituto Rio, os beneficiados são: Semente do Futuro, em Bangu; Associação Cultural Bispo do Rosário, na Taquara; Associação Ser Cidadão, em parceria com o Instituto Santa Cruz Sustentável, em Santa Cruz; Casa Arte Vida, em Pedra de Guaratiba; Associação Semente da Vida, da Cidade de Deus; Grupo Alfazendo, no Pechincha; Associação Solidários Amigos de Betânia, na Freguesia; e ONG Neac – Núcleo Especial de Atenção à Criança, em Campo Grande.

Na Zona Norte, o projeto apoiado com as cestas básicas é o Recriando Raízes, que atende a crianças, adolescentes e jovens em situação de risco e vulnerabilidade social, em Costa Barros e bairros adjacentes.

Além da parceria com o Instituto Rio, em novembro, o Phi iniciou uma nova ação contra a fome, investindo o valor de R$ 60 mil. Em dezembro, seis ONGs apoiadas no estado receberão 400 cestas.

As beneficiadas são: na Zona Norte, Educar +, em Anchieta, A Casa de Bambas, em Cordovil, e Origem Amorim, em Manguinhos; em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Parceira do Bem e Amor e Alegria, e, em São Gonçalo, Mulheres da Parada.

“É muito triste saber que há milhões de pessoas passando fome e que, se não fizermos algo, a tendência é que o número aumente ainda mais. Acabar em definitivo com a fome não é impossível, mas precisamos dar, com determinação, um passo de cada vez. Quantas pessoas no nosso país não terão o comer na ceia de Natal? No Phi, em dezembro, nos comprometemos a doar mais cestas básicas às famílias que são beneficiadas pelos projetos que já foram apoiados pelo instituto. Além disso, muitas ONGs estarão com campanha nesse fim de ano para ajudar e dar um pouco de alegria a essas pessoas”, conta Luiza Serpa, idealizadora e diretora-executiva do Phi.

Para colaborar, basta entrar em contato com o Instituto Phi no site Instituto Phi – Filantropia Inteligente ou pelo e-mail contato@institutophi.org.br.

Renata Granchi
Renata Granchi é jornalista e publicitária com mestrado em psicologia. Passou pela TV Manchete, TV Globo, Record TV, TV Escola e Jornal do Brasil. Escreveu dois livros didáticos e atualmente é diretora do Diário do Rio. Em paralelo, presta consultoria em comunicação e marketing para empresas do trade.
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui