Instituto Rio21 lança a 5ª pesquisa de avaliação do governo municipal do Rio de Janeiro

Levantamento feito em parceria com o DIÁRIO DO RIO tem o objetivo de coletar dados que identifiquem os pontos de evolução e aqueles que ainda podem ser melhorados na gestão do prefeito Eduardo Paes

O Instituto Rio21, em parceria com o DIÁRIO DO RIO, está promovendo a 5ª pesquisa de avaliação do governo municipal da cidade do Rio de Janeiro. Esta é mais uma edição de um monitoramento periódico que visa coletar dados que identifiquem os pontos de evolução e aqueles que ainda podem ser melhorados na gestão do prefeito Eduardo Paes.

De acordo com Ana Flávia Assumpção, Diretora Executiva do Instituto Rio21, “realizar pesquisas de opinião com frequência é importante para que a Prefeitura compreenda as dores dos cidadãos e possa trabalhar para atender suas necessidades.”

As informações coletadas pela pesquisa serão analisadas estatisticamente. Ela é totalmente anônima com duração prevista de apenas 2 minutos. Você pode acessá-la através deste link.

Sobre o Instituto Rio21

Instituto Rio21 nasce com a missão de analisar o contexto atual de nossa cidade e, a partir deste cenário, auxiliar na construção de um futuro em que o carioca que vença os obstáculos, corrija os caminhos mal trilhados e faça justiça não somente à sua gloriosa história, mas principalmente ao enorme potencial do Rio de Janeiro, em diferentes segmentos.

O debate com foco no Rio, que tenha por objetivo auxiliar o seu desenvolvimento e apresentar soluções, é hoje, infelizmente, bastante escasso. Por isso criamos o Rio21. Um espaço de compartilhamento, investigações e engajamento para tornar o Rio a potência que nunca deveria ter deixado de ser.

Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. Concordo com a Lilian Hauat Peregrino, nossa cidade esta muito mal administrada, só tem gananciosos na politica, olhando o seu umbigo e o bolso deles.

  2. Como Arquiteta e Urbanista me entristece passar pelo Logo.do Machado. Perdeu_se a beleza da praça com o mal uso e enorme construção em Tapume, originada pela própria Prefeitura para venda de passagens turísticas para o nosso Cristo Redentor. Tudo muito mal planejado, fica obstruída a beleza da igreja, o chafariz…
    É possível manter tais serviços, porém com planejamento de ambientação (uso e função).

    • Concordo com a Lilian Hauat Peregrino, nossa cidade esta muito mal administrada, só tem gananciosos na politica, olhando o seu umbigo e o bolso deles.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui