Leiam esse post do Blog do Extra.

Cadê as provas???

A declaração do delegado da Polícia Federal dizendo que havia indícios de armação no título da Beija-Flor foi realmente o assunto da semana. Dezenas de leitores comentaram aqui no blog, a maioria de nós acha que o campeonato da escola de Nilópolis foi justo e todos queremos que os fatos sejam apurados. Mas e agora? Já faz uma semana que os bicheiros foram presos, há cinco dias a Polícia Federal jogou tudo no ventilador e até agora não apareceu nenhuma novidade no caso.

Como um delegado da PF faz uma afirmação dessa gravidade e não apresenta nenhum dado concreto? O nome da Beija-Flor foi manchado, os artistas de Nilópolis estão com sua apresentação sob suspeita e tudo continua por isso mesmo? Onde estão as provas, ou pelo menos os indícios, de que o resultado do carnaval foi armado? O maior espetáculo da Terra não pode ficar com sua lisura em dúvida apenas por uma afirmação, sem nada que embase essa suspeita. Caso surjam provas concretas de irregularidades, mesmo que o título da Beija-Flor tenha sido justo “dentro de campo”, o resultado está manchado.

Não dá pra ignorar um acerto com o júri, ou parte dele, só porque o desfile da azul-e-branco foi espetacular. Se rolou dinheiro, ou algo do tipo, punição neles. O que não é justo é deixar a comunidade de Nilópolis sob suspeita sem que nada concreto venha à tona. A bola agora está com a Polícia Federal. Alô, PF! Vamos esclarecer essa história!

Concordo integralmente.Todo dia lemos no jornal uma escuta diferente. Por que não liberam as escutas sobre o carnaval?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui