Melhor já irmos nos acostumando, se dependesse dos eleitores cariocas de hoje, Jair Bolsonaro (PSL) seria o vencedor do 1º turno para presidente da República, com 29,1%, quase o dobro de Marina Silva (REDE) que tem 15,1%. Ela está bem na frente de Ciro Gomes (PDT) com 8,7%.

Já o candidato Geraldo Alckmin (PSDB) tem apenas 4%, apenas 0,3% na frente do desconhecido Álvaro Dias (Podemos), com 3,7%. Já Rodrigo Maia (DEM), que virá candidato a deputado federal, teria 2,3%, a comunista e feminista Manuela D´Ávila (PCdoB) teria 1,9%, o candidato de Lula, Fernando Haddad (PT) e o de Temer, Henrique Meirelles (MDB), teriam cada 1,4%. Quase o mesmo que o NOVO com João Amoedo, 1,3%. O Guilhere Boulos(PSol) teria apenas 0,5%.



Mas é claro que superando quase todos, menos Bolsonaro, está o Não Voto, com incrívies 25,4% e Não Sabe/Não Respondeu, são 5,1%.

Há um cenário com Lula, mas ele não será candidato.

A pesquisa é do Instituto Paraná e ouviu 1.860 pessoas entre os dias 14 e 19 de julho em 46 municípios. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. O registro no TSE é BR-05599/2018.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui