Jurado do Carnaval revela conexão entre teatro e comissões de frente das escolas de samba

Serão 36 avaliadores. Eles atribuirão notas de 9 a 10 para nove quesitos distintos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

O que há em comum entre o teatro e as comissões de frente das escolas de samba? Para Raffael Araújo, de 49 anos, jurado desse quesito nos desfiles do Grupo Especial, as duas artes estão totalmente ligadas entre si. Formado pela Escola Técnica de Teatro Martins Pena (Faetec), no Centro do Rio, o ator e professor atua na comissão julgadora de Carnaval desde 2017.

“Nos últimos anos, a comissão de frente se tornou um espetáculo à parte. Envolve coreografia, luz, uso de tecnologias inovadoras, mudanças de figurino ao vivo, cenografia e interpretação. As atuais comissões de frente passaram a acumular o importante papel de introduzir o enredo a ser apresentado no desfile”, explica o jurado.

Foi em 2014 que Raffael se formou em teatro pela Faetec. Ele afirma que a formação técnica foi a base fundamental para sua carreira. Foi no ano seguinte à formatura, que ele foi chamado pelo autor e pesquisador de Carnaval Pérsio Gomyde para integrar a comissão julgadora no grupo de acesso. Anos depois veio o convite para o Grupo Especial.

“A formação que eu tive na Faetec foi um divisor de águas para mim. Esse olhar técnico na minha atuação como avaliador da comissão de frente faz toda a diferença. Isso me deixa seguro para julgar o que é apresentado na Avenida, sem me abalar quanto a possíveis críticas quando a nota dada não agrada”.

Advertisement

Jurado nota 10

Para exercer o papel de jurado, Raffael Araújo se prepara com antecedência: estuda com atenção as apresentações de enredo enviadas pelas escolas e pesquisa sobre os temas escolhidos por cada uma.

A mesma preparação vale para aguentar a maratona de desfiles. “Durante dois dias, ficamos totalmente isolados. Quando não estamos no Sambódromo, ficamos no hotel, sem contato com ninguém, inclusive nossos familiares, ou qualquer veículo de comunicação. É quando eu aproveito para dormir e descansar”, conta.

Serão 36 avaliadores. Eles atribuirão notas de 9 a 10 para nove quesitos distintos, como Samba-enredo, Bateria, Harmonia, Evolução, Enredo, Alegorias e Adereços, Fantasias, Comissão de Frente, Mestre-sala e Porta-bandeira. Durante os dias de desfile, os jurados ficarão hospedados em um hotel no Centro do Rio, saindo diretamente para o Sambódromo.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Jurado do Carnaval revela conexão entre teatro e comissões de frente das escolas de samba
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui