Justiça determina que ‘Faraó dos Bitcoins’ deposite R$ 19 bilhões em conta judicial para pagar investidores

Medida deve ser cumprida em 72 horas. Depois do depósito, dinheiro será repassado para Justiça estadual onde tramita processo de lesados pelo empresário Glaidson Acácio

Foto: Reprodução

Uma decisão da Justiça determinou, na última segunda-feira, (19/09), que o empresário Glaidson Acácio dos Santos, conhecido como Faraó dos Bitcoins, terá que depositar R$ 19 bilhões em uma conta judicial para pagar os investidores em criptomoedas da G.A.S. Consultoria. A decisão é da juíza Rosália Monteiro Figueira, da 3ª Vara Federal Criminal.

O ‘Faraó’, que está preso há mais de um ano, tem 72 horas para cumprir a determinação judicial. Assim que Glaidson cumprir a medida, o dinheiro será transferido para uma conta da 5ª Vara Empresarial, do Tribunal de Justiça, e repassado para os clientes da GAS Consultoria.

Além do depósito, a juíza determinou outras medidas, como recolhimento do passaporte de Glaidson. Apesar do habeas corpus, que Glaidon consegiu na última semana no Tribunal Regional Federal da 2ª Região, ele continuará preso em razão de mandados de prisão em outros processos.

Preso em agosto do ano passado, na Operação Kriptos, Glaidson foi acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de liderar uma organização criminosa responsável por um milionário esquema de pirâmide financeira iniciado em Cabo Frio, na Região dos Lagos. A investigação da Polícia Federal, com o Ministério Público Federal e a Receita Federal revelou que acusado movimentou R$38 bilhões com seu negócio de criptomoedas.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui