01 O bairro do Leblon é o mais valorizado do nosso país, se não me engano o metro quadrado é de cerca de R$ 10.000,00, ou seja, um número de encher os olhos de qualquer um. Muito dessa valorização pode ser devido a APAC, que para manter a qualidade de vida do bairro proibiu a derrubada de alguns prédios pequenos para que se construíssem outros maiores no local. Se isso acontecesse poderia saturar o bairro, e sem dúvida mudando as carecterísticas da área.

Mas, como parece que a lei está para ficar, começou um movimento forte para pegar novas áreas para a construção de prédios. Tem o Batalhão da Polícia Militar, que viraria um condomínio, e um condomínio caro pela localização. E agora tem o Scala. Todos os terrenos pertencem ou são usados pelo Governo do Estado, que realmente poderia receber um bom aporte de capital com a venda dos terrenos.

Mas não acredito que os moradores do Leblon, com exceção de Cabral, estejam apóiem e estejam a vontade com esta sanha imobiliária. Tudo bem, o Scala é uma casa de shows, a cidade tem muitas. Mas o Batalhão? Para onde seria levado? Existe espaço livre na Zona Sul para colocá-lo?! Será que deveriam vender também os prédios dos Bombeiros no Humaitá e Copacabana e vender a iniciativa privada?

Mas bem que o Scala poderia ser usado para o Museu da Imagem e do Som, já que a maresia ali é bem menor que na Atlântica.

A foto é do site Antigo Leblon.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui