Letras Cariocas: Passeio entre as aléias no Jardim Botânico

 

Por Silvana Vargas

 

Boneco na fonte Doll in the fountain por Marcio Cabral de MouraNo último fim de semana, fiz um passeio no Jardim Botânico. Buscava algo mais que a beleza verde das árvores, a beleza do chafariz das Musas e a diversidade do Bromeliário.

 

O convite para participar do blog me aguçou certa curiosidade investigativa. Queria percorrer as aléias que outrora percorreu o personagem de Raul Pompéia como escreveu no livro O Ateneu publicado no final do século XIX.

 

No romance realista o autor que ao mesmo tempo se preocupa em criticar a sociedade numa obra realista, mistura alegrias e tristezas do personagem que, através das memórias reconstrói a infância e adolescência vivida e perdida entre as paredes do famoso internato que dá título ao livro.

Palmeiras Imperiais por Danilo Schinke Em 1888 escrevia o autor no capítulo VIII:

Ao meio- dia apeou o Ateneu dos bondes especiais à porta do grande parque…

Há quem diga que Machado de Assis, sempre acompanhado de sua Carolina, também foi visto em passeio pela Aléias de Palmeiras Imperiais que enfeitam sua entrada desde os tempos em que Dom João inaugurou o local.

 

Há quem diga que o maestro Tom Jobim buscava inspiração em passeios matinais pelos caminhos do local.

Quem mais? Famosos ou anônimos, não importa. O que vale é o que ficou e ficará do trabalho destes artistas da palavra. Afinal, a palavra é para a alma o que o remédio é para o corpo, já disse um filósofo grego.

 

Mas tudo isso é História de tempos idos e vividos. No Diário do Rio vou falar também do hoje. Dos novos talentos que passam por ali.

 

Há espaço que traga mais inspiração ao escritor, ao poeta, ao letrista da MPB do que a beleza da Mata Atlântica que agasalha a nossa cidade?

 

capa_estilhacos E para começar recomendo o lançamento da irreverente Gramática – Estilhaços de Babel Vol.2, editada pelo escritor Érico Barbosa em co-autoria com seu pai, também escritor, um dos mais antigos moradores do Leblon. O lançamento acontecerá na Livraria Letras e Expressões daquele bairro (simpática livraria na Dias Ferreira). Será na próxima quarta-feira, dia 10 de dezembro, a partir das 19 horas. No ambiente será oferecido vinho e, a partir das 22 horas, sarau poético até as 25:00 horas. Consta que haverá violão, teclado e baixo, a disposição dos amigos, poetas e performers. Vale a pena conferir.

 

Foto: Boneco na fonte / Doll in the fountain por Marcio Cabral de Moura

Palmeiras Imperiais por Danilo Schinke

Capa Estilhas de Babel Vol 1 (Divulgação)

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui