Liesa estabelece novas regras para camarotes do Carnaval do Rio

Os donos dos chamados "super camarotes" deverão seguir um padrão específico para logística de som, segurança, consumo e venda de ingressos, além de uma mesma cervejaria

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Unidos da Ponte - Carnaval 2022 - Foto: Carlos Alves

Na tarde desta quarta-feira (24/05), um encontro entre representantes de camarotes e organizadores da festa, definiu novas diretrizes para os desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial de 2024. E a partir do próximo ano, todos passarão a seguir um modelo em comum para venda de ingressos, com banco e tiqueteira definidos pela entidade gestora do espetáculo, além de uma mesma cervejaria.

“Planejamos essas otimizações de uma maneira em que pudéssemos oferecer valor agregado e fortalecer o evento como um todo. É uma relação profissional onde todos sairão ganhando. As mudanças vão dar mais longevidade para que as agremiações possam continuar realizando grandes desfiles, o que vai proporcionar aos camarotes entregar um serviço de qualidade ao cliente por mais tempo”, explica o Diretor de Marketing da Liesa, Gabriel David.

A reunião, liderada pelo Presidente da Liesa, Jorge Perlingeiro, e pelo Vice-Presidente, Helio Motta, contou com a presença de empresários e os donos dos camarotes que ocupam os maiores espaços do sambódromo durante todos os dias de desfiles, os chamados “super camarotes”.

Além das novas mudanças anunciadas, seguirão valendo as diretrizes já determinadas anteriormente, como o controle de volume e tratamento acústico para que o som interno não vaze e atrapalhe os demais espectadores e as apresentações, bem como o reforço para que a pista de desfiles seja preservada e não haja invasão oriunda desses lugares.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Liesa estabelece novas regras para camarotes do Carnaval do Rio
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui