Linha Amarela registra aumento de 13% nos acidentes com moto em 2022

Lamsa afirma que mais de 8 mil atendimentos mecânicos foram feitos na região; para sensibilizar os usuários, a Linha Amarela receberá uma série de ações educativas nesta semana

Foto: Linha Amarela/ Divulgação

Dados da Lamsa mostram que em 2022, de janeiro a agosto, os acidentes de motos na Linha Amarela tiveram uma alta de 13%, em comparação com o mesmo período do ano passado. A concessionária estima que o total de ocorrências na via (envolvendo carros e motos) pode chegar a 11% até o fim do ano, se o percentual de acidentes mantiver o ritmo de crescimento atual. A concessionária afirma que as motocicletas são responsáveis por mais da metade dos registros.

Os números acendem um alerta na Semana Nacional de Trânsito, realizada em todo o país de 18 a 25 de setembro. Para sensibilizar os usuários, a Linha Amarela receberá uma série de ações.

José Viana, gerente de Operação da Lamsa, afirma que os índices são preocupantes e espera que os eventos programados para a Semana Nacional de Trânsito sirvam de alerta sobre a necessidade dos cuidados na direção. “Na Linha Amarela, temos diariamente diversos atendimentos a vítimas. Precisamos da conscientização e ajuda de todos para que tenhamos uma via cada vez mais segura”, afirma Viana.

Semana Nacional de Trânsito

Entre as iniciativas previstas estão a distribuição e a instalação de 1.300 antenas anti-linha de pipa para motociclistas na próxima segunda-feira, (19/09), das 10h às 13h, e na terça-feira, (20/09), das 14h às 17h. A ação acontece na Ilha do Fundão, dentro dos limites da Linha Amarela, em parceria com a Campanha Cerol Mata e com a rádio FM O Dia.

Além disso, na terça-feira, (20/09), das 10h às 14h, haverá blitz educativa com agentes da Operação Lei Seca, na Praça do Pedágio. O objetivo é conscientizar usuários para um trânsito mais seguro.

Já na quarta-feira, (21/09) e na quinta-feira, (22/09), os usuários que passarem pela Praça de Pedágio, na Linha Amarela, receberão brindes da concessionária. Serão entregues 10 mil lixeirinhas automotivas personalizadas da Semana Nacional de Trânsito Lamsa 2022.

A programação segue na sexta-feira, (23/09), das 9h30 às 10h30, com palestra sobre segurança no trânsito para as crianças atendidas pelo projeto Favela Mundo, apoiado pela Lamsa. A ação acontece na Escola Municipal EDI Senhora Persiliana Pereira e o palestrante será o supervisor do Centro de Controle Operacional da concessionária, Thiago Rocha. A ideia é, a partir de mensagens lúdicas, conquistar o apoio dos pequenos na conscientização das famílias.

Acidentes preocupam

A Lamsa realizou 8.935 atendimentos mecânicos a carros e motos de janeiro a agosto de 2021 e 11.801, no mesmo período de 2022. O mês com o maior número de ocorrências foi agosto.

Ainda de acordo com a concessionária, metade dos acidentes com motos registrados neste ano aconteceu nos kms 19 (Inhaúma), 20 (Higienópolis) e 21 (Bonsucesso), sendo a maioria tombamentos, colisões traseiras e colisões laterais.

A concessionária registrou crescimento de 5% no percentual de veículos passantes na Praça do Pedágio esse ano e de 11% em relação às motocicletas. Além disso, houve aumento de 23% nas vendas de motocicletas em todo o país no primeiro semestre de 2022, se levado em consideração o mesmo período de 2021.

Serviço:

Semana Nacional de Trânsito na Linha Amarela

19/09 (segunda-feira), das 10h às 13h – distribuição de 650 antenas anti-linha de pipa para motociclistas;

20/09 (terça-feira), das 14h às 17h – distribuição de 650 antenas anti-linha de pipa para motociclistas;

20/09 (terça-feira), das 10h às 14h – blitz educativa com agentes da Operação Lei Seca na Praça do Pedágio;

21/09 (quarta-feira) – distribuição de brindes na Praça do Pedágio;

22/09 (quinta-feira) – distribuição de brindes na Praça do Pedágio;

23/09 (sexta-feira) – das 9h30 às 10h30 – palestra sobre segurança de trânsito para crianças do Projeto Favela Mundo. Local: Escola Municipal EDI Senhora Persiliana Pereira.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Uma AVENIDA com permissão de velocidades incompatíveis com o perímetro urbano, visando simular autoestrada para enganar e ter direitos pertinentes a rodovias e cobrar pedágios, tudo clandestinamente e em desacordo com a Lei de Trânsito só pode dar nisso.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui