Livro de poesia produzido por pessoas cegas e em situação de rua será lançado no Museu de Arte do Rio

Lançamento ocorrerá em 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos

Foto: Divulgação

Como resultado do projeto Arte Faz Parte – Teatro, Protagonismo e Direitos Humanos com cegos e pessoas em situação de rua nasceu, o livro de poesia “Olhar Poético – Bicentenário de In dependências”, que marca o Bicentenário da Independência do Brasil, será lançado no Dia Internacional dos Direitos Humanos, em 10 de dezembro, às 10h, no Museu de Arte do Rio, localizado na Praça Mauá, no centro da cidade.

“O livro é a materialização das oficinas de poesia e escrita criativa que trabalhamos neste ano com cegos e pessoas em situação de rua e a oportunidade do lançamento ocorrer no Dia Internacional dos Direitos Humanos é simbólico, gratificante e marca a linda trajetória do projeto“, diz Victor Meirelles, ator, poeta e fundador da produtora Arte Faz Parte, Arte Educação e Negócios de Impacto Social.

Victor destaca a importância de falar de direitos humanos, que para ele é exercitar a arte, promover alegria e saúde.

“Ver, viver e sentir o protagonismo que os alunos da oficina de poesia e nós tivemos nesse percurso, que produziu essa obra poética literária, é perceber a infinitude do imaginário que se produz em nós pela arte, ressaltando a importância dos Direitos Humanos. E o MAR (Museu de Arte do Rio), que nos recebe, é o mar de possibilidade dentro de nossas capacidades que se dispõe a nos navegar”, conclui Meirelles.

O lançamento do livro também marca o início da campanha “Um Natal de Leitura”, que tem como objetivo presentear pessoas de áreas carentes da cidade do Rio com a distribuição de livros, arrecadados através de doações. Quem for ao lançamento pode levar um livro para doar e ser um dos primeiros a colaborar com a campanha. A entrada é gratuita.

Serviço
Lançamento de livro de poesia produzido por cegos e pessoas em situação de rua
Data e horário: 10/12, 10h
Local: Museu de Arte do Rio (Praça Mauá, 5, Centro)

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Sou Andreia Alves pessoa com deficiência visual baixa visão e participei do livro com uma poesia!.
    Foi muito emocionante pois nunca imaginei que poderia escrever!.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui