Arte Ambiente Cidade Ontem falei sobre o site de monumentos do Rio de Janeiro e hoje o André Delacerda me manda uma notícia do Estadão desta quinta sobre um livro com o mesmo tema. O Arte Ambiente Cidade, da museóloga Mariana Vazea e do arquiteto Roberto Ainbinder cataloga 570 obras criadas desde o século XVIII.

 

O primeiro monumento carioca foi o Aqueduto da Carioca, ou melhor, Arcos da Lapa, aquele mesmo que querem colocar um espigão. Finalizado em 1750, como vários monumentos da época, eram ligado ao abastecimento da então futura capital do Brasil.

No livro, e na matéria do Estadão (que fala melhor do Rio que quase 100% dos jornais do Rio), conta que a primeira estátua do Rio foi a de D. Pedro I, inaugurada em 1862 por D. Pedro II. Mas eles não param nisso, falam que da Estátua da Liberdade da Vila Kennedy, de uma dança das estátuas que ocorreu nas décadas de 70 e 80 por causa da especulação imobiliária e expansão viária, quando estátuas mudaram de lugar ou pararam em depósitos.

 

O livro custa R$ 63,20 na Livraria da Travessa.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui