Loja de rua da C&A em Botafogo encerra atividades

Localizada no número 222 da Rua Voluntários da Pátria, uma das mais movimentadas do bairro, megaloja fechou em 11/03

Loja de rua da C&A em Botafogo fechada - Foto: Reprodução/Viver Botafogo

Na última sexta-feira (11/03), a rede de lojas de departamento C&A, uma das mais populares do país, encerrou suas atividades na unidade de rua de Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Localizada no número 222 da movimentada Voluntários da Pátria, constava na porta da megaloja um aviso informando o fechamento da mesma e o procedimento para que clientes que tenham adquirido algum produto no estabelecimento ou que queiram pagar faturas realizem os serviços em outras unidades da rede.

O motivo do encerramento das atividades, porém, até o fechamento desta matéria, não havia sido divulgado.

Comunicado da C&A sobre fechamento da loja de rua em Botafogo – Foto: Reprodução/Viver Botafogo

Vale ressaltar que, apesar do fechamento da loja de rua, Botafogo segue com uma C&A no bairro, mais precisamente no Shopping Rio Sul, situado na Rua Lauro Muller.

Em meio a isso, a C&A mantém lojas também em outros locais da Zona Sul, como Copacabana, Ipanema e Leblon.

Advertisement

10 COMENTÁRIOS

  1. Paulo Duarte a sua explicação é perfeita, isso também está acontecendo nas lojas de bairro. Muitas vezes o cliente não tem dinheiro pra pagar uma xerox e acaba sem graça pedindo pra pagar depois. O Movimento na rua precisa voltar.
    Várias lojas fechando e as que abrem não tem cliente entrando, não demora muito ela fecha também. Triste realidade, desejo sorte e sucesso a todos. Abraços.

  2. Ninguém aguentava mais a multidâo de pivete pedindo dinheiro na porta da loja. Como resultado ,ninguém ia maia lá e a clientela caiu. Eu fui lá há dois meses, mal sabia que seria última vez… Botafogo está virando uma cidade fantasma por causa dos pedintes.

  3. É um absurdo ler um comentário tão preconceituoso e ofensivo contra os servidores públicos! Servidor trabalha e muito!!! Espero que nunca sofra um acidente ou seja assaltado, muito menos que tenha a necessidade de um resgate ou contenção de um incêndio, pois seriam servidores públicos sérios e capacitados que teriam o desprazer em atendê-lo, mas, mesmo assim, fariam o seu trabalho com maestria.

  4. Uma pena… Era uma boa opção de compra no setor das lojas de magazine. Enfim, um ciclo se encerra, mostrando que o comércio digital vem com toda força, substituindo o físico. Que os funcionários tenham sido alocados em outras unidades.

  5. Home office é um presente de Deus. Nunca mais volto pro presencial. Produtividade a mil, qualidade de vida, stress caiu 80%, vida familiar melhorou 50%.
    Que as empresas aprendam a ganhar dinheiro sem ter que “vigiar” as pessoas.

  6. É lamentável que uma Empresa Holandesa,possua um departamento de marketing tão ruim.nao são as alterações no mercado mundial que estão fechando as lojas da Cidade&A,e sim a falta de capacidade do marketing.Vide o caso do Lojao de Belford Roxo.volto a dizer,que o departamento de marketing da Empresa é muito ruim.

  7. É a conta do home office chegando. Empresas fecharam e colocaram funcionarios coçando saco em casa. Resultado: transporte público falindo, ruas dos grandes centros com menos gente circulando… e as poucas pessoas que circulam estão com a renda asfixiada pelos efeitos da pandemia. Teve um dia desses que liguei no 1746 da prefeitura pra pedir orientação no setor de saúde, era dificil entender a atendente pq o cachorro dela latia o tenpo todo. Esse é o “futuro” que estamos sujeitos, e que a propria prefeitura ja deveria ter dado exemplo e colocado essa turma toda pra trabalhar. Afinal, já não tem trabalho nas repartições publicas, imagina em casa? Quanto a C&A, vamos orar pra que o prédio de furnas possa voktar a ser ocupado por outras empresas, do setor privado, e que as empresas voltem a alugar espaços comerciais e voltem a contratar, colocar as pessoas pra trabalhar diariamente em seus escritorios, importante pra ter espirito de equipe, trocar experiencias, skills que somente são desenvolvidas em local fisico de trabalho. Esse fim do home office vai voltar a trazer vida aos cebtros urbanos, mobilidade e fazer as engrenagens das economias locais voltarem a girar

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui