Look da Pocah no Baile da Vogue foi feito com resíduos eletrônicos coletados no Rio

Para confeccionar as peças, as designers Erika Facuri e as stylists Carol Pereira e Carola Chede visitaram o galpão da Circoola e passaram por cada seção até escolher os eletrônicos usados

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Look da Pocah foi feito com resíduos coletados em todo o Rio de Janeiro./Foto: David Aldea

O Baile da Vogue reuniu diversos famosos no Copacabana Palace no último sábado (3). Com tema “Galáctika”, a festa teve as mais variadas fantasias e inspirações, mas quem voltou os holofotes para a moda sustentável foi a cantora Pocah, com seu look feito de peças de resíduos eletrônicos cedidas pela Circoola, empresa que coleta esse tipo de material em todo o Brasil.

Criada no Rio de Janeiro, a Circoola oferece coleta domiciliar de resíduos eletroeletrônicos 100% gratuita para pessoas físicas, mediante agendamento no site, além de diversos serviços ambientais para empresas. Em pouco mais de um ano, a cooperativa já destinou corretamente mais de 158 toneladas de equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos sem uso, quebrados ou obsoletos, que seriam descartados como lixo.

“Buscamos chamar atenção e alertar para o descarte consciente desses materiais ao reutilizar como matéria prima peças de resíduos tecnológicos cedidas pela Circoola, uma das empresas que tem como missão realizar uma mudança positiva no descarte de eletroeletrônicos e fazer o papel deles para mudar o nosso futuro!”, disse Pocah nas redes sociais.

Advertisement

Para confeccionar as peças usadas pela cantora Pocah, as designers Erika Facuri e as stylists Carol Pereira e Carola Chede visitaram o galpão da Circoola, conheceram a equipe e passaram por cada seção até escolher os eletrônicos que foram usados na criação. Apoiar a moda sustentável é uma das formas que a empresa utiliza para incentivar a circularidade e informar sobre o descarte para diferentes públicos.

“O perigo de descartar os equipamentos eletrônicos de maneira errada está relacionado com os materiais tóxicos presentes em sua composição, como chumbo, cádmio e mercúrio. Em contato com a natureza, esses elementos são capazes de destruir ecossistemas inteiros. Na Circoola, fazemos a triagem, desmonte ou recondicionamento. Depois, o material vai para reciclagem, venda, ou doação, caso tenha sua vida útil prolongada. A ideia de levar esse conceito para o Baile da Vogue foi essencial para dar luz ao tema”, disse Lucas Palazzo, diretor de operações.

A preocupação com o destino correto dos eletrônicos está tomando cada vez mais espaço na vida dos brasileiros, principalmente porque o país é o quinto maior gerador deste tipo de matéria no mundo, produzindo mais de 2 milhões de toneladas por ano. Entretanto, até o ano passado, apenas 3% deste total era reciclado em toda a América Latina, segundo a ONU.

Recentemente, a Circoola passou a atender a região de Caxias, cidade onde a cantora Pocah foi criada e que será homenageada em seu próximo álbum com o nome “Cria de Caxias”. Para agendar uma coleta domiciliar 100% gratuita, basta acessar o site www.circoola.com.br e tirar uma foto dos resíduos que deseja descartar.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Look da Pocah no Baile da Vogue foi feito com resíduos eletrônicos coletados no Rio
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui