Luiz Antonio Simas estreia na poesia com samba e aula pública no boteco

Escritor e historiador lança nesta terça (27/09) Sonetos de birosca e poemas de terreiro, livro que reivindica a cultura suburbana, no Bar do Bode Cheiroso, no Maracanã, no dia 27, às 16h

Em seu primeiro livro de poesia, Luiz Antonio Simas se afirma como um dos melhores e mais versáteis contadores de história em atividade no país. Sonetos de birosca e poemas de terreiro reúne diversas histórias e curiosidades sobre a vida popular contadas em versos. Além de revelar a habilidade de Luiz Antonio Simas para versar, o livro ensina com muito jogo de cintura os pormenores que fazem dos saberes suburbanos uma experiência única de prazeres, transcendências e iluminações.

Dono de uma sabedoria singular sobre a identidade do povo brasileiro e muitíssimo atento às diversidades das macumbas e do catolicismo, Simas compõe sonetos e poemas em verso livre que levam seu espírito curioso e zombeteiro a investigar os limites do lirismo, do humor e da fé. Amante dos bares, biroscas e botecos, seguidor dos preceitos e respeitador dos mistérios, habitué da mesinha do jogo do bicho e das tardes de futebol no Maracanã, sua obra é regada em boas doses de cachaça e chopes bem tirados, acompanhados das mais saborosas iguarias servidas nas bandejas dos melhores garçons. A química é perfeita e, nela, tudo cabe.

“Simas, feiticeiro de palavras, mostra que birosca e terreiro se encontram, pois os dois são lugares por excelência dos cruzos. Onde pessoas, pensamentos, divindades, sentimentos se esbarram, um deixando sua marca no outro, sabendo ou não, querendo ou não. E, de lá, do terreiro ou da birosca, saem um carregando um pouquinho do outro.” – Rafel Haddock-Lobo

Sobre o autor

Luiz Antonio Simas (Rio de Janeiro/RJ, 1967) é mestre em história pela UFRJ, professor e escritor. Com diversos livros publicados, recebeu o Prêmio Jabuti, na categoia Livro do Ano, em parceria com Nei Lopes, pelo Dicionário da história social do samba. Juntos, também escreveram Filosofias africanas. Pesquisador das culturas e religiões populares, publicou O corpo encantado das ruas e Umbandas: uma história do Brasil. Todos os títulos foram lançados pela Editora Civilização Brasileira. Sonetos de birosca e poemas de terreiro, primeiro livro de poemas de Luiz Antonio Simas, marca sua estreia na Editora José Olympio como poeta, versejador e lirista, além de sagrar – para quem ainda não chegou a essa conclusão – um lugar para Simas como um dos melhores e mais versáteis contadores de história em atividade no país.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui