Macunaíma tem estreia mundial no Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Espetáculo em um ato e quatro quadros terá como cenário inicial a selva amazônica

Foto: Tendo Santos - em cena o bailarino do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Gleyson Mendes

Baseado no livro homônimo de Mário de Andrade, o balé Macunaíma terá estreia mundial no dia 22 de setembro, no palco do Theatro Municipal com Corpo de Baile e Orquestra Sinfônica da casa. Com música composta pelo premiado Ronaldo Miranda e coreografia inédita de Carlos Laerte, concepção e roteiro de André Cardoso, o espetáculo em um ato e quatro quadros terá como cenário inicial a selva amazônica, na região do rio Uraricoera, a terra natal de Macunaíma.

A Presidente da Fundação Teatro Municipal ressalta o ineditismo do espetáculo que conta com a realização institucional da Associação dos Amigos do Teatro Municipal e Patrocínio Ouro Petrobras: “Macunaíma é um dos pontos altos da nossa temporada artística de 2022 e estamos muito felizes com a expectativa de entregar à população uma obra tão importante para a cultura nacional, feita em um formato jamais visto, que com certeza vai gerar impacto ao público presente”.

O Shopping Paço do Ouvidor é o ponto de encontro no Centro do Rio. Passa no Paço

A temporada de Macunaíma é fruto da parceria entre o TMRJ, a Fundação Nacional de Artes – Funarte e a Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, por meio dos projetos Bossa Criativa – Arte de Toda Gente (que entre suas iniciativas, contempla a dança) e o Sistema Nacional de Orquestras Sociais – Sinos (com foco na música), com curadoria de sua Escola de Música.

Para celebrar os 100 anos da Semana de Arte Moderna de 22, algumas curiosidades: a maquiagem de Macunaíma será inspirada nos grandes pintores da história e suas cores como o amarelo de Anita Malfati, o azul cobalto de Portinari, o verde de Ismael Nery, o azul claro de John Graz, o laranja de Di Cavalcanti, o rosa de Milton da Costa e o vermelho de Tarsila do Amaral. O material utilizado em cena, será praticamente todo reciclado pelo Coletivo Trouxinha da UFRJ que vai criar um lixão com sacolas plásticas e tecidos. O figurinista fará uma releitura de figurinos do acervo do TMRJ. Espelhos vão servir de cenário para a confecção de arte, trazendo a parte urbana ao palco por uma equipe de grafiteiros do Museu do Grafite.

É motivo de muita alegria a viabilização dessa parceria! É fundamental a encomenda de novas obras a compositores brasileiros e, em se tratando de uma obra composta por Ronaldo Miranda, especialmente para um grupo da importância e tradição do Balé do Theatro Municipal, num ano que marca o centenário da Semana de Arte Moderna, temos todos os ingredientes para algo histórico!”, afirma o Diretor Artístico do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Eric Herrero.

  • FICHA TÉCNICA:
  • Concepção: André Cardoso
  • Música especialmente composta: Ronaldo Miranda
  • Coreografia: Carlos Laerte
  • Regência: Jésus Figueiredo
  • Supervisão Artística: Hélio Bejani e Jorge Texeira
  • Direção de Imagem e Fotografia: Igor Correa
  • Com Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal e Ballet do Theatro Municipal
  • Direção Artística TMRJ: Eric Herrero
  • Serviço:
  • MACUNAÍMA
  • Estreia mundial dia 22 de setembro – quinta-feira
  • Datas e horários: 22,23 e 24.09 – 19h
  • 25.09 – 17h
  • Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro
  • Endereço: Praça Floriano, s/nº – Centro
  • Classificação: Livre
  • Patrocínio Ouro Petrobras
  • Realização Institucional: Fundação Teatro Municipal, Associação dos Amigos do Theatro Municipal
  • Promoção: Bossa Criativa, SINOS – Sistema Nacional de Orquestras Sociais e Arte de Toda Gente
  • Realização: UFRJ, Escola de Música da UFRJ, Fundação José Bonifácio, Funarte, Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui