Madureira recebe o festival Zona Preta no próximo final de semana

Com curadoria de artistas e produtores crias da fervilhante cultura preta e periférica local, evento celebra consciência negra com música, festas e programação vasta reunindo todas as tribos e idades

Festiva Zona Preta/Divulgação

Madureira, bairro que é celeiro da cultura genuinamente carioca e da cena criativa preta, recebe nos dias 11, 12 e 13 de novembro a 1ª Edição do Festival Zona Preta. A iniciativa pretende celebrar a cultura preta, periférica e suburbana carioca no mês da Consciência Negra, com sua programação acontecendo em diferentes espaços da região.

Com uma curadoria coletiva que leva assinatura de DJ Michell (Viaduto de Madureira), Marlon Diniz (Yolo Love Party), Jonathan Raymundo (Movimento Wakanda), Rose Maciel (Projeto Criolice) e Rodrigo Oliveira (Casa Black Rio), o evento traz o melhor da black music – leia-se R&B (o famoso ‘charme’), samba, rap, trap, funk e afrobeat, dentre outros.

Para essa primeira edição do Festival, que comemora o retorno dos grandes eventos depois da pandemia, a curadoria elaborou a programação de forma coletiva e colaborativa, com intuito de potencializar as ações já existentes de cada um dos parceiros envolvidos na programação, e que fizesse sentido para um público tão diverso.

Mas especialmente voltado para a população local e periférica em três lugares: Viaduto de Madureira, na Casa Black Rio e no Maduh Bar. Nesses espaços acontecerão edições especiais de festas consagradas como o Baile Charme do Viaduto de Madureira, Yolo Love Party, Projeto Criolice, Wakanda Madureira, Roda de Samba do Resenha de Madureira, Slam das Minas, Baile da Crespinhos, DJs, aulões, mesas de discussão sobre negócios e entretenimento, Feira Zona Preta, feijoada, entre outras atrações. 

DJ Michell conta como surgiu a ideia do Festival: “A grande motivação foi justamente não ter acontecido nada com esses coletivos juntos. Todos são eventos culturais importantes e de uma grande representatividade, que fortalecem a juventude negra e suas riquezas, mas cada uma sempre fazendo no seu espaço. Com o surgimento do Zona de Cultura, pensei: se esses cinco coletivos se juntarem, vai ser uma das maiores potências pretas já vistas no cenário cultural – e não só carioca, mas nacional!”, relata animado.

Uma programação tão rica e diversificada e com uma curadoria coletiva é um grande desafio, como explica DJ Michell, nascido e criado em Oswaldo Cruz, pertinho de Madureira:

“É desafiador e prazeroso ao mesmo tempo. Precisamos cuidar de todos os detalhes e respeitar as características de cada coletivo. As atrações foram escolhidas dessa forma, pois são histórias de muitos anos e cada peça desse quebra-cabeça, que nos fez chegar até aqui, precisa ser enaltecida e no final de tudo, se transformar numa grande Zona Preta. Sobre conciliar as particularidades de cada coletivo, digo que a grande maioria dos artistas contratados conseguiriam se apresentar tranquilamente em qualquer um desses coletivos. Aí quem fica com a atração X? com a atração Y? Foi legal e no final o resultado ficou muito diverso.”

1ª Edição do Festival Zona Preta tem ainda mais uma preocupação que é a inclusão no mercado de trabalho privilegiando profissionais periféricos, Negres, LGBTQIAP+ e PCDs. Parte da equipe será aproveitada das equipes do coletivo de parceiros realizadores do evento.

Outros objetivos do Festival são o cuidado com a sustentabilidade e a minimização da fome, como coloca DJ Michell:

A grande parte do nosso material de divulgação será digital, evitando impressão e desperdício de papel. Teremos alguns eventos com doação de alimentos como o valor da entrada, para que possamos doar a instituições que atendam a nossa comunidade no entorno”, conclui o DJ.

Confira a programação

Sexta | 11/11

16h > 20h: Papos com Griot / Wakanda. @casablackrio. Classificação: Livre. Evento gratuito:

Mesa 1: Nossos negócios são a ponte do futuro – Debater o gerenciamento dos negócios, visão, investimento e o empreendedorismo como ponte para o futuro. Participantes: Rodrigo França e Mov. Black Money. Mediação: Dandara Barbosa

Mesa 2: Entretenimento, indústria e legado: Formas de prosperar em nossos trabalhos – Pensar a indústria do entretenimento e nossos fazimentos culturais a nível de mercado. Participantes: Rafael Lima e Marcello Dughettu. Mediação: Jonathan Raymundo

22h > 05h: Festa Black Delas – Camila Zasoul + Pretta Poder + Shury + Amanda Sarmento + DJ DaMata + DJ Talie + DJ IZZA. @casablackrioClassificação: 18 anos. Ingresso: Gratuito para mulheres. Lotes: R$ 10,00 a R$ 30,00. Symplawww.sympla.com.br/evento/black-delas/1756444

22h > 05h: Yolo Party – Os Hawaianos + DJ Will Ow + atrações surpresa. @viadutodemadureira. Classificação: 18 anos. Ingressos: 2° lote: R$ 25,00 | 3° lote: R$ 35,00 | Área Vip: 1° lote: R$50,00(R$ 40 o ingresso + R$ 10)Sympla: www.sympla.com.br/evento/yolo-love-party-renaissance/1759124?share_id=0

Sábado | 12/11

13h > 15h: Aulão de Charme com Rio Charme Social. @viadutodemadureira (Dutão). Classificação: Livre. Evento gratuito.

15h > 16h30: Baile da Crespinhos – Djs + Aulão de Charminho + Apresentação Luis Marques e Vitória Cunha + Crespinhos Dança + Malcolm o Dançarino + Pocket show Elis MC. @viadutodemadureira (Dutão). Classificação: Livre. Evento Gratuito

20h > 4h: Baile do Wakanda / Casa Back Rio – Amanda Amado e Banda + Dj Glazdow + Pagode do Feijão. @maduh_bar. Classificação: 18 anos. Ingressos: Lotes de R$10,00 a R$ 30,00https://festivalwakanda.com.br/produto/ingresso-baile-do-wakanda-black-rio/

22h > 5h: Baile Charme do Viaduto convida Eu Amo Baile Charme + apresentação de grupos de dança. @viadutodemadureira (Dutão). Classificação: 18 anos. Evento Gratuito, retirada no Sympla: www.sympla.com.br/evento/viaduto-de-madureira-festival-zona-preta/1778971

Domingo | 13/11

13h > 22h: Criolice in Wakanda – Edição Especial Semana Consciência Negra. @viadutodemadureira (Dutão). Classificação: Livre. Ingresso: 1kg de alimento não perecível ou Ingresso a R$ 10,00(Vendas na hora, no local do evento.) https://festivalwakanda.com.br/produto/wkd-131122-01/

13h – Abertura dos Portões

13h às 15h – Feijoada + Feira Zona Preta + Quilombinho + DJ Bietta (Palco – Área da Gastronomia)

15h às 16h30 – Roda de Samba do Resenha de Madureira (Espaço Raiz)

16h30 à 17h – DJ Bietta (Palco)

17h à 19h – Jet Samba Black (Palco)

19h à 19h20 – Slam das Minas (Palco)

19h20 à 20h – DJ Aranha (Espaço Raiz)

20h à 22h – Roda de Samba do Projeto Criolice (Espaço Raiz)

22h – Encerramento


Endereços:

@viadutomadureira – Rua Carvalho de Souza, s/nº (embaixo do Viaduto) – Dutão – Madureira – Rio de Janeiro, RJ

@casablackrio – Rua Alfeu Faria de Castro, nº 6 – Madureira – Rio de Janeiro, RJ

@maduh_bar – Rua Carolina Machado, nº 586 – Cascadura – Rio de Janeiro, RJ

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui