Mãe do menino Gui, torcedor do Vasco, relata assalto traumático na saída de São Januário

Os criminosos levaram celulares, relógios e a aliança da família, além de apontarem uma arma para eles dentro do veículo, de acordo com o relato da mãe Tatyane Gandra

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação/ALERJ

O pequeno Gui e sua família viveram momentos de tensão, na madrugada desta quinta-feira (07/12), na saída do Estádio de São Januário, em São Crsitóvão, na Zona Norte do Rio. A mãe do jovem torcedor, de apenas 9 anos, Tayane Gandra, descreveu o assalto que ela, seu filho e marido enfrentaram.

O relato de Tayane foi compartilhado por volta de 00h35 em sua conta no Instagram. De acordo com ela, os criminosos levaram celulares, relógios e a aliança da família, além de apontarem uma arma para eles dentro do veículo. “Colocaram um revólver na nossa direção, sem considerar a presença do Gui, uma criança.”

O pequeno Gui ganhou destaque nas redes sociais após um vídeo viral em que despertou de um coma e abraçou sua mãe após 16 dias internado em uma unidade semi-intensiva de um hospital na Zona Oeste do Rio. Ele também é onhecido por seu amor ao Vasco e ao futebol, o menino enfrentou anteriormente um episódio de epidermólise bolhosa, uma condição genética rara e incurável que causa a formação de bolhas na pele.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Mãe do menino Gui, torcedor do Vasco, relata assalto traumático na saída de São Januário

Advertisement

Leia também

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui