Maior festival internacional de cinema da língua portuguesa chega ao Rio de Janeiro

Mostra FESTin Rio exibirá 26 filmes com foco na diversidade e inclusão

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

O Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (FESTin) acontece pela primeira vez na Cidade Maravilhosa. Na programação, 26 títulos, quase todos inéditos na cidade, serão exibidos do dia 17 ao dia 29 de outubro, na Caixa Cultural. A programação conta com debates, oficinas, sessões voltadas para o público infantil e a “Mostra Os Diferentes Sotaques da Lusofonia”. A entrada é gratuita.

A Mostra FESTin Rio é patrocinada pela Caixa Econômica Federal, por meio do Programa de Ocupação dos Espaços Caixa Cultural. O documentário “Lupicínio Rodrigues: Confissões de um Sofredor”, que apresenta o legado poético e musical do compositor, abre o evento, com a participação do diretor do longa-metragem, Alfredo Manevy. Na mostra infantil, a animação “Chef Jack – O Cozinheiro Aventureiro”, assinada por Guilherme Fiuza Zenha, é uma das grandes atrações.

Advertisement

Da produção feminina, destaque para o curta-metragem “Elle, Marielle Franco”, de Liliane Mutti e Daniela Ramalho. O filme conta a história da viagem dos pais de Marielle Franco a Paris, na campanha por justiça pela morte de sua filha. Elle é um filme-ensaio, narrado em primeira pessoa por áudios da própria Marielle, como a reprodução de parte do seu famoso discurso de posse como vereadora do Rio de Janeiro: “Não serei interrompida, vai ter que aturar mulher negra, trans, lésbica, ocupando a diversidade dos espaços”. Nesse curta, a voz de Marielle alterna com a voz de dor da sua mãe, Marinete, e de seu pai, Antônio. Eles foram a Paris (em 2019), convidados pela prefeitura, para inauguração do jardim que leva o nome de sua filha, quando reforçaram os pedidos de justiça para Marielle e seu motorista Anderson, brutalmente assassinados no Rio de Janeiro.

Já “Através dos seus olhos”, de Sonia Guggisberg, registra um sonho de amor vivido a distância entre uma brasileira moradora da Ceilândia (DF), filha de um pastor evangélico, e um iraquiano de origem curda islâmica, que mora em um campo de refugiados na Grécia.O diretor cabo-verdiano Guenny K. Pires está na Mostra com o “O Último Desejo do Vulcão”. O filme é sobre um guardião e líder da história e da cultura de uma pequena aldeia africana, que está decidido a transmitir o seu papel sagrado de contador de histórias ao seu desafiador neto de nove anos.

A Mostra é uma extensão do FESTin, evento que é realizado anualmente em Lisboa e se prepara para sua 15ª edição em 2024. O FESTin já esteve em diversos locais, abrangendo toda a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), além de destinos como Tunísia, Roma, Milão, Senegal, Hong Kong, Singapura, Índia e Bangkok. O FESTin se dedica ao universo audiovisual com o objetivo primordial de promover a disseminação cultural, a interculturalidade, a inclusão social e o intercâmbio cultural entre os países de língua portuguesa.

Segundo a diretora e curadora da Mostra, Léa Teixeira, “o FESTin dá voz à diversidade, através dos filmes e debates”. O evento abarca uma ampla variedade de categorias, como terceira idade, infantil e inclusão social. “Além disso”, diz Léa Teixeira, “destaca-se por apresentar os diferentes sotaques da língua portuguesa, proporcionando uma experiência singular em que, em uma única sessão, é possível ouvir as várias formas de português faladas em diversos países. Os filmes exibidos abordam uma vasta gama de temas, incluindo questões relacionadas à comunidade LGBTQIA+, questões raciais, temas políticos e ambientais”.

A programação completa pode ser conferida no site: festin-festival.com

Com realização da B.R.M – Produções e ASCUP, o FESTin conta, ainda, com os apoios do: Instituto Guimarães Rosa, Instituto Camões, Ministério das Relações Exteriores, Câmara de Lisboa, Missão do Brasil junto à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Procultura, Freguesia de Santo António (Lisboa) e Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República de Portugal e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do RJ (SECEC).

Sobre o FESTin:

No FESTin, a cultura é a linguagem universal que conecta povos e promove a unidade. Ao reunir realizadores, artistas e amantes do cinema de língua portuguesa, torna-se um epicentro de experiências que fortalecem identidades e enriquecem a diversidade. A programação diversificada reflete a pluralidade de vozes e histórias que o FESTin abraça. Por meio de filmes de ficção, documentários, curtas-metragens e animações, o festival dá visibilidade a narrativas muitas vezes marginalizadas, valorizando diferentes vozes, independentemente de origem, orientação sexual, etnia ou classe social.

A curadoria do FESTin seleciona obras que exploram a riqueza cultural dos países de língua portuguesa e abordam questões sociais pertinentes. Os filmes em destaque trazem à tona debates sobre direitos humanos, igualdade de gênero, racismo, imigração e meio ambiente. Ao se posicionar como um agente de transformação social, o FESTin promove a igualdade e equidade como pilares fundamentais. Representatividade e respeito a todas as culturas são valores intrínsecos do festival, impulsionando uma sociedade mais justa. O poder da arte cinematográfica transcende barreiras, quebra preconceitos e instiga empatia, guiando-nos rumo a um mundo mais inclusivo e compassivo.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Maior festival internacional de cinema da língua portuguesa chega ao Rio de Janeiro
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Maior festival internacional de cinema da língua portuguesa chega ao Rio de Janeiro
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui