Gigapan Pão de Açúcar O Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Inpa), no Rio de Janeiro fez a maior foto do mundo, com 152 gigapixels, ou 0,15 terapixels. A foto tem a altura de um prédio e demorou uma semana para ser enviada pela web…

E adivinha de que cidade do mundo é a foto? Do Rio de Janeiro, claro. É uma imagem feita do Pão de Açúcar, o 2o lugar, com 67 gigapixels, é uma imagem feita do Corcovado. Ambas feita pelo grupo do fotógrafo e matemático Luiz Velho. A graça deste tipo de foto e ir aproximando cada vez mais até chegar aos mínimos detalhes.

 

De acordo com o caderno Link, do Estadão:

Para gerar a maior foto do mundo, foram necessárias seis mil imagens de 18 megapixels cada, em um processo de captura que levou mais de quatro horas. A equipe usou uma Canon T2i, um robô Epic Pro que facilita a captura das imagens e um software de sincronização para juntar as milhares de imagens em um mesmo panorama. Todos os envolvidos no instituto são pesquisadores renomados em matemática e computação, e se reuniram em 20 de julho sob “condições perfeitas” para aquela foto.

O panorama do Pão de Açúcar demorou uma semana para ser colocado no ar. Como a resolução é altíssima, o zoom é assustador – no panorama é possível aproximar a ponto de encontrar pessoas na piscina. A comunidade ajuda a marcar os snapshots, pontos de interesse nas fotos.

O tamanho, porém, não é tudo. Luis Velho quer ir além das fotos. “As pessoas pensam que um gigapixel é apenas uma imagem maior. Essa é uma visão curta”, diz. Para ele, não faz sentido pensar no panorama do Rio apenas como um outdoor gigantesco de um prédio de altura por dois quarteirões de largura. “Uma imagem dessas tem tantos detalhes, tantas possiblidades de navegação, que não é apenas uma imagem. É uma mídia.”

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui