Sondagem feita com os deputados federais sobre a legalização dos jogos de azar no Brasil, incluindo os cassinos, mostra que já há uma maioria favorável a lei, estima-se que 52,1% dos deputados federais são favoráveis a legalização dos jogos como cassinos, jogo do bicho, bingos, videojogo e jogo online, como previsto no substitutivo ao PL 442/91. E, 40,8% dos parlamentares são contrários e 7,1% não sabem/não responderam. A sondagem foi feita pela Paraná Pesquisas, contratada pelo portal de notícias BNLData, em parceria com o Instituto Brasileiro Jogo Legal – IJL.

Por Regiões, 54,9% dos deputados do Sudeste são favoráveis, seguido pelos parlamentares do Nordeste com 53,8%, do Sul com 50,0% e do Norte/Centro-Oeste com 46,9%.

A pesquisa também apontou os motivos contrários a legalização: lavagem de dinheiro (20,6%), aumento da patologia (17,2%), religioso (10,1%), fiscalização deficitária (9,7%) e ausência de controle (9,2%).

A maioria é a favor de cassinos em cidades turísticas com 40,1%. Em segundo lugar aparece a instalação dos cassinos em cidades com IDH baixo com 21,6%. Em terceiro lugar os parlamentares são indiferentes com 16,2%, seguidos pela opção em qualquer localidade com 8,4%. A opção da minoria foi pela instalação de cassinos ‘apenas em resorts integrados’ com apenas 7,2%.

O presidente Bolsonaro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o prefeito Marcelo Crivella e o governador Wilson Witzel são favoráveis a legalização dos cassinos. Ressaltamos que o Diário do Rio também é a favor, o que pode trazer uma nova era de ouro para o Rio de Janeiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui