Mais da metade dos postos de trabalho criados em agosto é ocupado por mulheres

Dos 9.539 novos postos de trabalho criados na cidade em agosto, 4.871 foram ocupados por mulheres

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Imagem meramente ilustrativa - Foto: Prefeitura do Rio/Divulgação

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência na segunda-feira (02/10) e analisados pelo Observatório do Trabalho da Secretaria de Trabalho e Renda do Município do Rio, dos 9.539 novos postos de trabalho criados na cidade em agosto, 4.871 foram ocupados por mulheres (51%). O número esr bem acima da taxa nacional de 42%.

Os dados confirmam o que vemos em nosso dia a dia: as mulheres ocupando, cada vez mais, o posto de protagonistas no mercado de trabalho. E elas também são as que mais procuram se capacitar por meio do nosso programa Rio+Cursos“, explica o secretário municipal de Trabalho e Renda, Everton Gomes.

Para o secretário, um dos grandes desafios do país é corrigir distorções salariais de gênero, conforme determina a legislação trabalhista, e ampliar o acesso das mulheres a cargos de gerência e diretoria. Atualmente, as mulheres recebem, em média, salários 30% menores que os homens na mesma função.

Segundo o retrato mais recente do mercado de trabalho brasileiro, o Rio foi a segunda capital que mais gerou empregos no mês de agosto, ficando atrás apenas de São Paulo. No estado, foram contratadas 18.992 pessoas – um crescimento de 52,9% em relação ao mês anterior. Nos primeiros oito meses do ano, o município do Rio foi responsável pela criação de 40.734 novos postos de trabalho, sendo 8.697 no setor de hotelaria e alimentação.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Mais da metade dos postos de trabalho criados em agosto é ocupado por mulheres
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui