Mais de 17 mil crianças aguardam por vagas em creches públicas do Rio

Defensoria Pública afirma que os bairros da Zona Oeste da capital são os que mais sofrem com a falta de vagas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Ana Clara Schwartz/Prefeitura do Rio

As aulas já voltaram no Rio de Janeiro, mas tem muita criança sem estudar por falta de vagas nas creches municipais da capital. Houve uma alta procura por vagas neste início de ano, cerca de 35 mil crianças foram inscritas, porém, quase metade, 17 mil, estão na lista de espera.

Procura por vaga em creches do Rio

Total de inscrições: 35.735

Matrículas efetivadas: 18.100

Advertisement

Leia também

Taxas de condomínio disparam no Rio; confira os bairros com os valores mais altos

Conheça seis motivos para investir em uma pós-graduação

Lista de espera: 17.635

A Defensoria Pública informou que os bairros da Zona Oeste do Rio são os que mais sofrem com a falta de vagas em creches públicas. E para tentar intermediar essa situação dos pais com a Secretaria Municipal de Educação, ao longo do mês de março fará mutirões, sempre aos sábados, para tentar contornar a situação.

Já a Secretaria Municipal de Educação informou que a fila deste período é a menor, desde que o sistema de matrículas foi implantado na cidade. A secretaria também acrescentou que a convocação para as crianças na fila é feita a qualquer momento do ano.

Direito básico

A vereadora Thais Ferreira (PSOL) lembrou que esta falta de vagas em creches da cidade pode afetar um direito básico das famílias.

“A comissão dos direitos da criança e do adolescente da câmara de vereadores recebe sempre uma série de demandas das famílias que, todo o início de ano, ficam desesperadas em busca de atendimento, numa rede que apesar de ser grande não dá conta da demanda total das famílias que precisam destas vagas. E isso gera outros grandes problemas que a gente já deveria ter superado há anos. Quando uma criança não tem este direito garantido pelo poder público, toda a família fica em situação de vulnerabilidade. É importante ter este entendimento porque não ter com quem deixar suas crianças impacta diretamente no acesso a diversos outros direitos para além dos básicos”, disse a vereadora.

Informações são do portal G1.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Mais de 17 mil crianças aguardam por vagas em creches públicas do Rio

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui