Mais de 30 edificações irregulares foram demolidas no Complexo da Maré

Estas estruturas sem autorização situavam-se sobre as calhas pluviais que margeiam a Linha Vermelha, afetando o escoamento das águas das chuvas para os canais conectados ao Rio Ramos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

A Secretaria de Ordem Pública (SEOP) e o Ministério Público, por meio do Grupo de Atuação Especializada no Combate ao Crime Organizado (GAECO), deram início, nesta segunda-feira (13/11), a uma ação de demolição de aproximadamente 30 edificações irregulares em áreas das comunidades da Nova Holanda, Rubem Vaz e Parque União, dentro do Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, uma região sob influência do crime organizado.

Esta ação visa remover estruturas construídas sem autorização sobre as calhas pluviais que margeiam a Linha Vermelha. Estas calhas desempenham um papel fundamental no escoamento das águas das chuvas para os canais conectados ao Rio Ramos. E a existência dessas construções coloca em risco as edificações e provoca alagamentos, obstruindo a drenagem adequada das águas pluviais. De acordo com a SEOP as edificações demolidas estavam desocupadas.

Brenno Carnevale, o Secretário de Ordem Pública, enfatizou a importância dessa ação para preservar a vida e manter a ordem pública. “É importante frisar que são construções em regra financiadas pelo tráfico de drogas, que acaba fazendo loteamento do espaço público. Então, a gente está aqui para fazer essa operação de demolição, mais uma vez com foco na preservação da vida, na ordem pública e também na asfixia financeira do crime organizado.”

A ação também removerá um chiqueiro com cerca de 80 metros quadrados, construído ilegalmente, de maneira precária, às margens de um dos canais de escoamento e em cima de uma ponte improvisada.

Advertisement

Também participam da operação agentes da Polícia Militar, Comlurb, CET-Rio e Guarda Municipal. Desde 2021, a SEOP já realizou mais de 50 demolições de construções irregulares na comunidade da Maré e mais de três mil em todo o município do Rio de Janeiro.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Mais de 30 edificações irregulares foram demolidas no Complexo da Maré
Advertisement

5 COMENTÁRIOS

  1. Tem muitas favelas se expandindo sem q essa prefeitura se coce!!
    Favela do banco,parque da cidade,vidigal….muitas!!!
    Invasores sem vergonha!!!Preferem invadir à comprar em lugar legalizado!!!Pois aluguéis aí são caros!!!Preferem ARRASAR COM A MATA ATLÂNTICA dos cariocas!!E quem liga né?Afinal muitos vem de outros lugares…votam mal e depois vem cagar e votar mal em outro lugar!!

  2. Excelente…..Da minha janela vejo várias construções no morro Tabajaras. Bem acima do cemitério SJ Batista (Botafogo). Desde que me mudei, essa comunidade vem construindo sem parar. Daqui a pouco será maior que o D. Marta…Onde posso enviar a foto de vários puxadinhos em construção

  3. Bem de vez em quando ele acerta uma ou melhor eles , porque o normal e um erro por vez. Agora tem que ficar de olho aberto pois o local cheira a uma tagedia anunciada apos a conclusão .

  4. Parabéns à Prefeitura, esse tipo de ação a gente tem que reconhecer o mérito do prefeito, sou um critico acerbo do Paes, mas quando vejo essas matérias de demolição de imóveis ilegais reconheço que ele está agindo certo, em prol da cidade do Rio, parabéns novamente!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui