Quem está acostumado a comprar no Makro, que tem 2 lojas na cidade do Rio de Janeiro, na Barra e Bonsucesso, devem virar a marca Atacadão, ligado ao grupo francês Carrefour. Eles compraram 30 lojas da rede no país, O valor da aquisição é de R$ 1 bilhão e 953 milhões.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

A transação acelera significantemente a expansão do Atacadão. As 30 lojas, que somam 165.000 m² de área de venda, apresentaram em 2019 vendas brutas de aproximadamente R$ 2,8 bilhões e possuem grande complementaridade geográfica com as lojas já existentes do Atacadão. A transação permitirá ao Atacadão expandir sua presença em particular no densamente povoado estado do Rio de Janeiro (7 lojas) e na região Nordeste (8 lojas)”, afirmou o Carrefour em comunicado.

As novas lojas somam-se às 187 lojas já existentes do Atacadão. No Rio de Janeiro são 4 lojas, em Jacarepaguá, Benfica, Vicente de Carvalho e São Gonçalo.

O Grupo Carrefour Brasil pretende converter a bandeira das novas lojas para Atacadão no período de 12 meses após o fechamento da transação. 

Baseado no modelo do Atacadão, o Grupo Carrefour Brasil espera que as vendas aumentem em mais de 60% e que a estrutura de custos seja otimizada, possibilitando o alcance gradual de níveis de rentabilidade similares aos existentes nas lojas atuais. 

Alexandre Bompard, presidente do conselho de administração e CEO do Grupo Carrefour, declarou: “essa transação é o movimento mais importante do Grupo Carrefour no Brasil desde a aquisição do Atacadão em 2007. Isso evidencia nosso comprometimento com a expansão de nossos formatos de crescimento e está em linha com o Plano de Transformação do Carrefour 2022. O modelo de atacado tem sido um grande contribuinte para o crescimento do Carrefour nos últimos anos, especialmente no Brasil”. 

Noël Prioux, CEO do Grupo Carrefour Brasil, adicionou: “esta transação é um acelerador de crescimento para o Carrefour no Brasil. Com essa aquisição o Atacadão vai fortalecer sua presença geográfica e consolidar ainda mais sua presença nacional. Essa aquisição, juntamente com nosso ritmo de crescimento orgânico, com 20 lojas Atacadão abertas em 2019, vai representar uma aceleração equivalente a um ano e meio de expansão, marcando um importante passo para o Grupo Carrefour Brasil.” 

A conclusão da transação está condicionada ao cumprimento de determinadas condições, incluindo, especialmente, o acordo dos proprietários das lojas alugadas e a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). O Grupo Carrefour manterá seus acionistas e o mercado em geral informados acerca da conclusão da Transação.

4 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui