Mancha de óleo toma conta da Baía de Guanabara há mais de um mês

O Inea informou que seus técnicos, com apoio do Grupamento Aéreo da Polícia Militar, sobrevoaram a área para avaliar a extensão da mancha

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Gian Cornachini/Reprodão

Uma mancha de óleo que se espalha por quilômetros na Baía de Guanabara vem chamando a atenção. Um vídeo mostrando a situação, que já ocorre há mais de um mês, publicado na página do Movimento Baía Viva, chegou a mais de 10 mil visualizações.

“Devido à intensa degradação ambiental da Baía de Guanabara, infelizmente, várias espécies marinhas já encontram-se ameaçadas de extinção como os botos cinza, considerado o símbolo ecológico do Rio de Janeiro, tartarugas verde, cavalo marinho e diversas espécies de pescado com maior valor nutritivo e comercial. Além disso, por causa da crescente poluição por esgotos, lixo plástico e vazamentos de óleo no mar, a maioria das comunidades pesqueiras vivenciam na atualidade um forte processo de empobrecimento, desmantelamento cultural e insegurança alimentar. Estudos desenvolvidos pelo Baía Viva apontam que a poluição gera a cada ano um prejuízo econômico ou “produção sacrificada” estimada em R$ 30 bilhões. O sacrifício ambiental das baías fluminenses (Guanabara, Sepetiba e da Baía da Ilha Grande) precisa ser revertido durante a atual Década do Oceano e da Restauração dos Ecossistemas determinado pela ONU para o período de 2021 a 2030 o que depende necessariamente da mobilização da sociedade”, destaca o ecologista e cofundador do Movimento Baía Viva Sérgio Ricardo Potiguara.





O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) informou que seus técnicos, com apoio do Grupamento Aéreo da Polícia Militar, sobrevoaram a área para avaliar a extensão da mancha. Uma outra equipe do Instituto, com auxílio da Capitania dos Portos, percorreu a Baía até o ponto onde a mesma foi identificada, e aplicou técnicas de dispersão hidromecânica na mancha. Ainda segundo o Inea, devido as condições meteoceanográficas, a mancha se fragmentou em outras menores. O órgão ambiental acionou o Plano de Área da Baía de Guanabara que prestou apoio com outra embarcação.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Mancha de óleo toma conta da Baía de Guanabara há mais de um mês
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui