Mapas do século XX e dados temático serão incluídos na plataforma  ImagineRio

Com duração de 5 anos, o acordo prevê ainda a criação ferramentas interativas voltadas para visualização de dados cartográficos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Reprodução: Site

O Instituto Pereira Passos (IPP), entidade subordinada à Prefeitura do Rio de Janeiro, e a Rice University, dos Estados Unidos, firmaram uma parceria relacionada à plataforma ImagineRio, elaborada pela universidade para ser um atlas digital pesquisável, no qual é possível ver a evolução social e urbana da cidade ao longo de toda a sua história. O acordo prevê ainda a criação de ferramentas interativas voltadas para visualização de dados cartográficos. O acordo tem duração de cinco anos.

Para Felipe Mandarino, coordenador Técnico de Informações da Cidade do IPP, plataforma ImagineRio é bem desenvolvida, mas muito restrita às cartografias dos séculos 16, 17, 18 e 19. Dessa forma há um hiato quanto às cartografias do século 20. “Eles focaram mais em cartografias mais antigas e não investiram tanto tempo nem tanto esforço, ou também não encontraram essas informações do século passado, do século 20”, disse Mandarino à Agência Brasil, ressaltando que o IPP é admirador do trabalho desenvolvido pela universidade, que disponibiliza mapas interativos e regras do tempo. Ele destaca que é de interesse da instituição conhecer mais as tecnologias usadas pela universidade. Segundo ele, o IPP conta com um grande acervo de mapas, plantas cadastrais e fotos aéreas do século 20. Os conteúdos cartográficos anteriores já foram trabalhados com instituição americana ou armazenados no Arquivo Geral da Cidade e na Biblioteca Nacional.

O processo consiste em digitalizar o mapa em papel para, em seguida, transformar o documento em uma imagem com pontos em comum para permitir o reconhecimento da cidade, disponibilizando o mapa no espaço de forma adequada. A partir daí tem início o processo da vetorização, através do desenho a partir dos dados digitalizados, tal qual é feito pela Prefeitura do Rio de Janeiro. A tecnologia aplicada tem como finalidade deixar a cartografia antiga mais acessível ao uso. “Além de o IPP poder fazer o caminho complexo e completo com os mapas do século 20, que a Rice University fez com os mapas mais antigos, a gente também passa a ter acesso a esse acervo no qual eles trabalharam, dos séculos anteriores“, afirmou Felipe Mandarino ao veículo.

O trabalho, segundo Mandarino, permitirá acrescentar informações temáticas nos mapas.  “Não é só aquela informação da cartografia básica, mas terá informações temáticas. Eles estão propondo trabalhar com dados do período da escravidão, recuperar essa história para o mapa. Há coisas recuperadas, mas não georreferenciadas”, explicou. Durante as reuniões nas quais foram discutidos o acordo também foi abordado o uso e a cobertura do solo da cidade e seu entorno. O acordo também prevê a criação de um buscador de endereços do passado. “Ou seja, em cima dessa cartografia, a gente recuperar o que tem de endereços, ruas e números, porque alguns endereços permanecem, outros não. Eles vão fazer isso e a gente vai contribuir”, explicou Felipe Mandarino.

Advertisement

Leia também

Rio terá observatórios para estudos climáticos; 1º será no Complexo do Alemão

Balão é ‘abatido’ antes de cair no Aeroporto do Galeão

O coordenador do IPP ressaltou que a Rice University sempre teve interesse pela História do Brasil, e pelo fato de o Rio de Janeiro ter sido a capital do país. Isso consolidou a elaboração da plataforma ImagineRio.

O site, que é comporto por fotos, mapas e plantas cadastrais localizadas temporal e espacialmente, foi criado pelos professores Alida Metcalf e Farès el-Dahdah, em colaboração com o Laboratório de Estudos Espaciais do Center for Research Computing da Universidade Rice. Com a tecnologia, o usuário pode “passear” pela linha do tempo e, assim conhecer toda a história do Rio de Janeiro .

Com o acordo entre as instituições terá nício à quarta versão da plataforma.

As informações e a imagem são da Agência Brasil.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Mapas do século XX e dados temático serão incluídos na plataforma  ImagineRio

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui