Marcelo Freixo se encontra com evangélicos

Freixo: "As igrejas evangélicas são nossas parceiras para chegar onde o estado só chega com violência"

Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação

O candidato ao governo do Rio de Janeiro Marcelo Freixo (PSB) participou nesta sexta-feira (9), junto com Lula e Alckmin, de encontro com representantes de igrejas evangélicas. O evento reuniu cerca de 1.500 pessoas no Clube Tamoio, em São Gonçalo.

O candidato agradeceu aos pastores pelo trabalho de assistência e fortalecimento das famílias, principalmente as mais pobres: “Se não fosse vocês, a vida estaria muito pior para essas pessoas. São vocês que eu vejo chegar nas famílias, dando voz às mulheres, que quando começam a frequentar igrejas são ouvidas. Muitas vezes é o primeiro e único local em que elas conseguem falar e ser ouvidas. Os filhos começam a melhorar na escola, o homem se torna um marido melhor e toda a família prospera junto.”

Freixo agradeceu os pastores pelo trabalho realizado e destacou que eles serão parceiros no cuidado que o seu governo terá com as famílias do Rio de Janeiro. “As igrejas evangélicas chegam em locais que há muito tempo o estado só chega com violência. Nosso projeto bairro prosperidade, uma palavra tão forte para quem crê, vai ser parceiro e atuar junto com as igrejas e com a comunidade para somar com qualificação profissional, espaços de lazer, cultura, esportes, atividades para idosos”, afirmou.

O candidato anunciou que o primeiro Bairro Prosperidade será implantado na favela do Salgueiro, em São Gonçalo. “No primeiro ano a gente vai colocar 10 centros do projeto espalhados pela região metropolitana do Rio. Aqui em São Gonçalo vamos começar pela favela do Salgueiro. É um investimento social importante para reduzir a violência e melhorar a vida das famílias que mais precisam”, disse.

Marcelo Freixo, que é professor, lembrou o período em que deu aulas em comunidades pobres e destacou a importância da educação para dar mais oportunidades aos jovens. “Eu tive um sonho na minha vida, e esse sonho era ser professor e eu o realizei com duas coisas que são importantes para todas as pessoas de bem da comunidade evangélica: trabalho e honestidade. Eu comecei a dar aula muito cedo, muito antes de pensar em concorrer, bem antes de ser eleito Deputado. Eu fui dar aula onde as pessoas mais precisavam. Sabem quem eu encontrei fazendo o mesmo trabalho? Os evangélicos. Eu era muito novo, fui carregado por um sonho, e estas pessoas já estavam lá”, contou.

“Estou aqui para chamar vocês para a gente fazer uma grande virada de honestidade e de trabalho. Lula e os pastores que estão aqui têm uma coisa que o Brasil precisa e a gente tem que ter isso na alma na hora de governar: acreditar no ser humano, na pessoa. A gente precisa acreditar e governar para as pessoas com a palavra cuidado“, concluiu o candidato do PSB arrancando aplausos da plateia.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui