Maria Luiza Nobre: As harpas já estão no Rio

Colunista do DIÁRIO DO RIO fala sobre o XVIII RioHarpFestival

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto de LORENZO MASCARO FLORIT: https://www.pexels.com/pt-br/foto/preto-e-branco-p-b-musica-classica-musica-erudita-10654676/

RioHarpFestival
No XVIII RioHarpFestival o público foi ao delírio neste domingo no Centro Cultural Banco do Brasil, CCBB, na integração do instrumento, executado pelo harpista holandes Joost Willemze com a Orquestra de Gaitas de Foles da Comunidade de São Gonçalo. Imaginem no sábado, abrindo o festival, a Camerata do Uere da Comunidade da Maré, tocando com o harpista alemão Markus Thalheimer, o público ovacionou os músicos.
Com o público já lotando os primeiros concertos, o êxito do maior festival de harpas do mundo parece estar garantido, fazendo do Rio de Janeiro a capital mundial da harpa em julho. A coluna informa os concertos da semana.

XVIII RioHarpFestival

Dia 3, segunda-feira
12h30
 – Markus Thalheimer, harpa – Alemanha
15h – Edith Gasteiger, harpa – Áustria
Centro Cultural Banco do Brasil
Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Entrada Franca

Dia 4, terça-feira
13h – Edith Gasteiger, harpa – Áustria
15h – Markus Thalheimer, harpa – Alemanha
18h – Divin Trio
         Vanja Ferreira, harpa – Brasil
         Igor Levy, flauta – Brasil
         Nadja Daltro, voz – Brasil
         Convidado especial – Tibor Fittel, acordeão – Brasil
         Biblioteca Nacional
         Auditório Machado de Assis
         Rua México, s/n – entrada pelos jardins
         Entrada Franca

Dia 5, quarta-feira

12h30 – Les Alizes
             Claire Le Fur, harpa – França
             François Detton, flauta – França
             Fernando Renaut-Ferrer, percussão – França
15h – Duo
         Emanuela Degli Esposti, harpa – Itália
         Marino Bedetti, oboé – Itália
         Centro Cultural Banco do Brasil
         Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
         Entrada Franca

Dia 6, quinta-feira
12h30
 – Duo
             Emanuela Degli Esposti, harpa – Itália
             Marino Bedetti, oboé – Itália
15h – Les Alizes
         Claire Le Fur, harpa – França
         François Detton, flauta – França
         Fernando Renaut-Ferrer, percussão – França
         Centro Cultural Banco do Brasil
         Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
         Entrada Franca
19h – Leonor Maia, harpa – Portugal
          Palácio São Clemente – Consulado de Portugal
          Rua São Clemente, 424 – Botafogo
          Entrada Franca

Dia 7, sexta-feira
12h30 – Leonor Maia
, harpa – Portugal
15h – Duo
         Emanuela Degli Esposti, harpa – Itália
         Marino Bedetti, oboé – Itália
18h – Ecos Latinos 
         Patrice Fisher, harpa – Guatemala
         Fran Comiskey, piano -Guatemala 
         Betsy Braud, flauta – Estados Unidos
         Carlos Valadares, percussão – Guatemala
         Participação Especial Claire Le Fur – França
         Centro Cultural Banco do Brasil
         Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
         Entrada Franca

Dia 8, sábado
11h
 – Leonor Maia, harpa – Portugal
         Casa Eva Klabin
         Av.Epitácio Pessoa, 2480 – Lagoa
12h30 – Ecos Latinos 
             Patrice Fisher, harpa – Guatemala
             Fran Comiskey, piano -Guatemala 
             Betsy Braud, flauta – Estados Unidos
             Carlos Valadares, percussão – Guatemala
             Centro Cultural Banco do Brasil
             Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
             Entrada Franca

Dia 9, domingo
11h – Ecos Latinos Ecos Latinos 

         Patrice Fisher, harpa – Guatemala
         Fran Comiskey, piano -Guatemala 
         Betsy Braud, flauta – Estados Unidos
         Carlos Valadares, percussão – Guatemala
         Patrice Fisher, harpa – Guatemala
         Fran Comiskey, piano -Guatemala 
         Betsy Braud, flauta – Estados Unidos
         Carlos Valadares, percussão – Guatemala
         Museu da República
         Rua do Catete, 153 – Catete
         Entrada Franca
13h – Beatriz Millán, harpa – Espanha
15h – Ecos Latinos 
         Patrice Fisher, harpa – Guatemala
         Fran Comiskey, piano -Guatemala 
         Betsy Braud, flauta – Estados Unidos
         Carlos Valadares, percussão – Guatemala
         Participação Especial Claire Le Fur – França
         Centro Cultural Banco do Brasil
         Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
         Entrada Franca


EDUARDO CAMENIETZKI
Um boa opção é a proposta de apresentar os arranjos originais do instrumentista e compositor Eduardo Camenietzki, com foco na literatura e clássica e na popular. Poderão ser ouvidas duas primeiras audições e tudo será em homenagem aos 100 anos da Rádio MEC, na próxima sexta-feira, dia 7 de julho às 17h, basta sintonizar a Rádio MEC RJ, 99.3 MHz.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Maria Luiza Nobre: As harpas já estão no Rio

Advertisement

Leia também

MP é acionado para investigar manifestantes que declaram apoio ao Hamas na frente da Câmara do Rio

Deputados propõem destinar R$15 milhões da Alerj para 10 municípios afetados por chuvas no RJ

Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Maria Luiza Nobre: As harpas já estão no Rio
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui