Medidor de Raios UV Quem passa pela orla de Copacabana, na altura do Posto 5, tem uma novidade. É o medidor de raios ultravioleta, próximo ao no quiosque Boteco da Orla, na altura da Rua Sá Ferreira.

O Ozon-in como chamado, tem como função indicar qual o fator de proteção solar – FPS – que é mais adequado para usar, no momento da medição feita pelo aparelho.

A população e os dermatologistas aprovaram a novidade na orla carioca, e dizem que este aparelho deveria ser implantado em toda a extensão do litoral carioca, o que ajudaria a orientar a população sobre os cuidados com a exposição excessiva ao sol.

Segundo dermatologista Marcus Maia, que coordenada a Campanha de Prevenção do Câncer de Pele da SBD – Sociedade Brasileira de Dermatologia, em entrevista ao G1.

“Esse índice é fundamental, é um aviso do tipo ‘preste atenção na sua pele’, é um grande estímulo para as pessoas usarem o filtro e se prevenirem contra o câncer. Isso é muito importante, principalmente no Rio de janeiro, que tem sol o ano todo. A medida é válida para chamar a atenção do banhista para saber do perigo que ele está correndo. E esse câncer é perfeitamente previsível.”

De acordo com o vice-presidente da Orla Rio, João Marcelo Barreto, a intenção é ter estes medidores espalhados pela orla do Leme ao Pontal

“Vimos esse medidor nas praias de Florianópolis e, como o Rio tem a mesma característica de ser uma cidade praiana, resolvemos testar aqui. Nosso intuito é trazer mais benefícios à população, não só de infra-estrutura, mas também de saúde e qualidade de vida”,

Relacao Sempre é bom lembrar os cuidados com o sol, aqui vão algumas dicas para se proteger dos raios UV:

  • evitar ir a praia nos horários de maior índice de raios ultravioleta, entre 10h às 16h;
  • ficar na sombra;
  • utilizar sempre o filtro com FPS elevado, de preferência fator 30 acima;
  • é aconselhável também o uso de chapéu e camisa. Principalmente pelas crianças, idosos e pessoas com pele muito clara.

Um lembrete: as barracas de praia mais adequadas devem ser feita de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta. As de nylon formam uma barreira pouco confiável: 95% dos raios UV ultrapassam o material.)

Quem quiser mais informações sobre o assunto, no site da SBD, pode-se ter acesso a uma calculadora de risco pra câncer da pele.

Ah! Não devemos nos esquecer, que é fundamental também nesses dias de sol forte carioca, a hidratação. Beba muito líquido, de preferência água.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui