Metrô: para reduzir custos, obra de ligação entre Gávea e Leblon será adiada

O projeto, que ficou estagnado por quase dez anos, sofreu algumas modificações. Em um primeiro momento, o acesso à estação Gávea só será possível por meio de uma baldeação em São Conrado

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Estação Antero de Quental, Leblon - Foto: Reprodução

Após quase uma década de espera, a retomada da obra da Estação Gávea do metrô no Rio de Janeiro está mais próxima de se tornar realidade. Nesta semana, o governo do estado apresentou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) a proposta para reiniciar os trabalhos. A obra, que foi paralisada em 2015 devido a suspeitas de superfaturamento, representa um prejuízo que já ultrapassou a marca de R$ 3,7 bilhões, conforme os últimos dados do TCE-RJ

O projeto, que ficou estagnado por quase dez anos, sofreu algumas modificações significativas. Uma das principais mudanças é a exclusão da ligação direta com o bairro do Leblon, que será adiada para uma fase posterior do projeto. Segundo informações da TV Globo, a decisão visa reduzir os custos da obra, com a conclusão inicialmente prevista apenas para um dos túneis, que conectará Gávea a São Conrado.

O governo estadual justificou que a construção do segundo túnel, que ligaria Gávea ao Leblon, acarretaria em um aumento substancial nos custos, tornando inviável a retomada da Linha 4. Assim, para acessar a Estação Gávea, os passageiros serão obrigados a fazer uma baldeação em São Conrado.

Advertisement

O próximo passo será a análise do termo de ajustamento de conduta pelo TCE. Ainda não há um prazo definido para o retorno efetivo das obras. A expectativa é de que as obras sejam retomadas ainda neste mês de maio. A previsão para a inauguração da nova estação é junho de 2026.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Metrô: para reduzir custos, obra de ligação entre Gávea e Leblon será adiada
Advertisement

12 COMENTÁRIOS

  1. Ou isso é uma piada de mau gosto, ou é uma burrice sem tamanho: da estação Antero de Quental até São Conrado leva-se 5 min, voltar para a Gávea deverá levar o mesmo tempo. 10 min de metrô?! Melhor descer a Bartolomeu Mitre a pé. Ou pegar os 7,50 (!) da tarifa do Metrô e inteirar o Uber. Uma viagem entre as estações Antero de Quental e a Gávea levaria no máximo 2 min. Para quem vem da zona Norte e da Zona Sul esse trajeto será inútil. Será que é mais interessante para o governo fazer o mais demorado, ineficiente, dispendioso, perfurar a rocha etc.?

  2. Os “brilhantes” governadores do estado do Rio de Janeiro criar o metrô minhoca, ao invés de respeitar o projeto original do metrô circular q ligaria a estação Uruguai a estação Antero de Quental, com o pretexto da olimpíada fizeram a ligação com o Jardim Oceânico. Aí surgiu a linha 4 que é o rabicho da linha 1. E porque a linha não foi chamada de 1A ? Porque tinham prometido ao consórcio q fez a obra operar o sistema. Acontece q no contrato de concessão das linhas 1 e 2 já constava q qq extensão dessas linhas seriam da concessionária inicial. Da mesma forma, se fizerem o complemento da Linha 2 e posteriormente a travessia submersa da Baía de Guanabara e fizerem a continuação para a execução da linha 3, q partevde Niterói em direção a S.Gonçalo, o problema retornará. Como fazem bem mal, estes contratos de concessão.

  3. O metrô do Rio é um autêntico Frankenstein. Primeiro aconteceu a junção das linhas 1 e 2 entre Central e Botafogo com a construção da linha 1A e da estação Cidade Nova ao invés de se seguir o projeto original de extensão da linha 2 a partir do Estácio, seguindo para a Cruz Vermelha, Carioca (que já está pronta para receber a linha 2) e praça Quinze. Depois, a extensão da linha 1 a partir de General Osório até a Barra, com o nome de linha 4 (mas não é uma nova linha porque não se faz baldeação em General Osório) ao invés de se estender a linha 1 apenas até a Gávea e construir a verdadeira linha 4 para a Barra a partir de uma nova estação (Morro de São João, próxima ao shopping Rio Sul), cfe. licitação do final de década de 1990. A menos que seja por razões de segurança, não vejo motivo para mudar o percurso do metrô concluindo a estação da Gávea. Já existe o caminho direto entre Antero de Quental e São Conrado, que não passa pela Gávea. A abertura de túneis entre Antero de Quental e Gávea e entre Gávea e São Conrado criaria uma duplicidade de percursos. Fatalmente, concluindo-se a estação Gávea, o túnel que faz a ligação direta entre Antero de Quental e São Conrado seria abandonado e tudo o que se fez nesse túnel seria desperdiçado (colocação de trilhos etc.)

  4. A linha 1 circular junto com a independência da linhas 2 via Estácio, Cruz Vermelha são as obras mais importantes de mobilidade a se fazerem, que já se esperam a décadas. Logo a ligação Leblon – Gávea é essencial para não adiar mais isso…..e o q nos deparamos é mais uma piada na área de mobilidade urbana desse governo, depois da idéia de ligar aeroportos por meio de barcas.

  5. A QUEM INTERESSA A NÃO EXPANSÃO DA REDE METROVIÁRIA??? OBVIAMENTE A QUEM CONTROLA A REDE DE TRANSPORTE RODOVIÁRIA NA CIDADE!!! E QUEM CONCEDEU AS CONCESSÕES DA MALHA MUNICIPAL RODOVIÁRIA A EMPRESÁRIOS DE ORIGENS DUVIDOSAS???? OS GOVERNANTES DO RJ, QUE POR SINAL SÃO OS MESMOS QUE SEMPRE ESTÃO NO PODER ATRAVÉS DE SI MESMOS OU DE UM FORTE ALIADO (OU SERIA SÓCIO?)

  6. Porque não aumentam o preço da passagem? Já está a 7,50, o que significa que é o metrô mais caro do mundo, aumentem para 10 ou 15, porque não? No que me diz respeito e tendo em conta que tenho de pegar metrô várias vezes por dia em virtude do meu trabalho, decidi comprar um carro. Com o atual preço da gasolina, vou poupar dinheiro no médio prazo.

  7. Porque não aumentam o preço da passagem?? Já está a 7,50 , o que significa que é o metrô mais caro do mundo, aumentem para 10 ou 15, porque não? No que me diz respeito, e tendo em conta que tenho de pegar metro várias vezes ao dia em virtude do meu trabalho , já fiz as contas e decidi comprar um carro. Com o atual preço da gasolina, vou poupar dinheiro no médio prazo.

  8. Rio de Janeiro : UMA UNICA TRIPA DE METRÔ onde correm 4 míseras linhas.
    Enquanto isso, esquema só alastra os famigerados BRTs, que tiram , dividem e se espremem no mesmo espaço das vias na superfície ( vide o caos na Av.Brasil e Barra) .

  9. A obra já ficou quase 10 anos parada por suspeita de superfaturamento, o que não é novidade e acontece em quase tudo que é feito.

    Porque GOVERNADOR, não faz essa obra Completa?
    Vão esperar mais o que, 10 anos?
    Será que VC será reeleito?
    Essa indefinição mata qualquer um!
    Por favor, procura o dinheiro que vai encontrar!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui