‘Meu primeiro ato no governo será aumentar o salário mínimo, que está congelado desde 2019 no Rio’, diz Freixo

O candidato ao governo do Rio de Janeiro realizou caminhada no Saara, no Centro do Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira

Foto: Divulgação

O candidato ao governo do Rio de Janeiro Marcelo Freixo (PSB) realizou caminhada no Saara, no Centro do Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira (23), para conversar com lojistas e frequentadores do mercado sobre propostas para gerar emprego e fortalecer os empreendedores.

“O meu primeiro ato como governador será aumentar o salário mínimo estadual para R$ 1.585 reais. Hoje, está em R$ 1.283 reais, valor que foi congelado pelo Witzel em 2019 e mantido pelo Cláudio Castro até agora”, afirmou. O candidato lembrou que o Rio de Janeiro é o único estado do Brasil onde o mínimo regional está congelado.

Tem gente que não sabe disso, mas este congelamento fez com que o reajuste salarial de quem ganha menos – como as empregadas domésticas, os técnicos de enfermagem, as caixas de supermercado, entre muitos outros profissionais – seja sempre abaixo da inflação. Não pode, em tempos de inflação alta, o salário mínimo estar congelado. Por isso, minha primeira medida será aumentar para R$ 1.585 reais”, completou Freixo.

Antes da caminhada, ele deu entrevista à Rádio Saara, que está no ar há três décadas e é comandada pelo jornalista Luiz Antonio Bap.

A caminhada foi realizada ao lado da esposa, Antonia Pellegrino, e acompanhada por apoiadores e candidatos a deputado estadual e federal do PSB, PT, PCdoB, PSOL, PV e PSOL.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Impressionante! Esse cara ainda não aprendeu o básico que na economia as coisas são contraditórias. A propositura de aumento do salário mínimo estadual com a perspectiva de melhorar a situação do trabalhador só irá proporcionar uma piora da situação do trabalhador. Leitor, não acredite em miragem: o salário individual irá aumentar assim que a economia permitir. Ao determinar na canetada um salário mínimo maior, ele apenas irá decretar DESEMPREGO e menor ritmo de retomada. O Estado do RJ ainda está com desemprego alto em relação aos seus congêneres: Santa Catarina está com pleno emprego!!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui