Moradores de condomínio vencem queda de braço contra manobra abusiva de construtora

Incorporadora Cyrela teria deixado de construir sede administrativa, parques e clube previstos no planejamento de condomínio na Barra da Tijuca

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Condomínio Reserva Jardim - Rede Social

Moradores do Condomínio Reserva Jardim, em Jacarepaguá, Zona Oeste da capital fluminense, acionaram a Justiça contra a incorporadora e construtora Cyrela por quebra de um acordo previsto na construção do condomínio.

Segundo o colunista Anselmo Gois (O Globo), a associação de moradores do condomínio teria se reunido, em 22 de agosto de 2022, para votar o acionamento judicial da incorporadora pelo descumprimento da execução das obras de construção de uma sede administrativa, um clube e parques no local.

A Cyrela, que também faz parte da associação, usou o seu direito a quase 4 mil votos para inviabilizar que os demais integrantes acionassem a justiça diante da quebra do acordo por parte da construtora.

A associação, representada pelo escritório Bragança & Feijó – Sociedade de Advogados, teve parecer favorável da Justiça, que reconheceu a “abusividade, conflituoso e nulidade do exercício do direito de voto/veto” da Cyrela ao tentar invalidar a votação.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Moradores de condomínio vencem queda de braço contra manobra abusiva de construtora
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui